Damares exonera secretária de Igualdade Racial, mulher de youtuber bolsonarista

Blogueiro Oswaldo Eustáquio é investigado no inquérito dos atos antidemocráticos e chegou a ser preso neste ano

Brasília

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) exonerou a secretária de Igualdade Racial, Sandra Eustáquio.

A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (22) do "Diário Oficial da União". O ministro da Casa Civil, Braga Netto, assinou a exoneração.

A secretária é mulher do youtuber bolsonarista Oswaldo Eustáquio, investigado no inquérito dos atos antidemocráticos e que chegou a ser preso neste ano por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal).

Ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)
Ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) - Pedro Ladeira - 02.set.2020/Folhapress

Segundo assessores da ministra, a mudança foi motivada por uma tentativa de evitar o envolvimento da pasta na investigação conduzida pela Polícia Federal no âmbito do Supremo.

O inquérito que investiga a organização de atos antidemocráticos foi instaurado em abril por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes.

As operações realizadas pela Polícia Federal no inquérito tiveram como alvo congressistas ligados ao presidente Jair Bolsonaro e militantes bolsonaristas.​

Em junho, entre os alvos, estava Luís Felipe Belmonte, segundo-vice-presidente da Aliança pelo Brasil e um dos principais financiadores do partido que Bolsonaro pretende criar.

A relação de atingidos pela ação autorizada por Moraes mistura ainda investigados em outro inquérito da corte, o das fake news, como o blogueiro Allan dos Santos.

No último domingo (20), o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente da República, atacou, com expressões de baixo calão, a divulgação do seu depoimento à Polícia Federal.

A Folha revelou na quinta-feira (17) o depoimento de Carlos, prestado na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Nele, o chamado filho 02 de Bolsonaro disse não ser "covarde ou canalha a ponto de utilizar robôs e omitir essa informação".

"Atos antidemocráticos são meus ovos na goela de quem inventou isso! Milhares vão às ruas espontaneamente e devido à meia dúzia esculhambam toda a democracia. Tentam qualificar a vontade popular como algo temerário", escreveu em uma rede social.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.