Descrição de chapéu The Washington Post

Dados confidenciais sobre usuários do Facebook foram expostos, dizem pesquisadores

Comentários, 'likes' e nomes de 540 milhões estavam abertos em servidor da Amazon

Washington | The Washington Post

Mais de 540 milhões de registros do Facebook —entre os quais comentários, "likes", nomes de conta e outros dados sobre usuários— ficaram expostos em um servidor de computação em nuvem da Amazon, segundo anúncio feito nessa quarta-feira (3) por pesquisadores da UpGuard, uma empresa de segurança na computação.

Os registros formam um dos dois conjuntos de dados descobertos sem nenhuma proteção pela empresa, que também lançou um alarme sobre um segundo desenvolvedor de apps que parece ter armazenado de forma incorreta registros do Facebook que incluem informações sobre interesses de usuários da rede social e possivelmente suas senhas para apps.

0
Facebook disse que trabalhou em colaboração com a Amazon para a remoção dos registros - AFP

O Facebook afirmou que suas normas de uso proíbem desenvolvedores de apps de "armazenar informações em bancos de dados públicos". Em comunicado divulgado na quarta-feira, a rede social disse que trabalhou em colaboração com a Amazon para a remoção dos registros.

"Temos o compromisso de trabalhar com os desenvolvedores que usam nossa plataforma para proteger os dados das pessoas", diz a nota.

Ainda assim, o fato de que um repositório tão vasto de informações pessoais confidenciais pudesse ser visto por qualquer pessoa que tenha acesso à internet despertou novas questões sobre os esforços do Facebook para proteger a privacidade de seus usuários e impedir abusos da parte de desenvolvedores externos que tenham tido acesso a seus dados.

O relatório da UpGuard surge quase um ano depois da revelação de que a consultoria política Cambridge Analytica obteve acesso indevido a dados pessoais de 87 milhões de usuários do Facebook, com a ajuda de um app de pesquisa.

"Os dados expostos em cada um desses conjuntos de dados não existiriam sem o Facebook, mas os conjuntos de dados já não estão sob o controle do Facebook", escreveu a UpGuard em seu blog.

 The Washington Post, tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.