Pesquisa mostra que brasileiro se distrai frequentemente com o celular

Mais de 80% dos entrevistados afirma checar Whatsapp mais de uma vez por hora e 38% usam smartphone enquanto dirigem

S√£o Paulo

O brasileiro tem passado tempo demais prestando aten√ß√£o ao telefone. √Č o que diz uma pesquisa realizada pela consultoria Deloitte, divulgada nesta ter√ßa (29) durante a feira de tecnologia Futurecom, em S√£o Paulo.

Segundo a an√°lise, que entrevistou 2.000 pessoas de 18 a 55 anos sobre seus h√°bitos de consumo e uso de tecnologia, mais da metade dos entrevistados afirmou que usam o telefone quase sempre ou frequentemente enquanto conversam com amigos e familiares.

As redes sociais também são checadas com uma frequência bastante alta. Oito em cada dez entrevistados afirmou conferir o Whatsapp mais de uma vez por hora, o índice cai para 45% com o Facebook e 36% no Instagram.

As redes sociais de namoro s√£o os com mais respondentes que afirmam nunca terem utilizado. ‚ÄúApesar desse √≠ndice de negativas, estes aplicativos t√™m crescido em p√ļblico nos √ļltimos anos. Nossa an√°lise √© de que admitir o uso destes apps ainda √© mal visto. Conforme for se naturalizando, o n√ļmero deve mudar‚ÄĚ, afirma Clarissa Gaiatto, diretora de Transforma√ß√£o Digital da Deloitte.

Ainda na competição pela atenção do usuário, 38% dos respondentes dizem usar o smartphone enquanto dirigem e 24% afirmam se distrair com frequência com o celular no trabalho. Mas o oposto também é verdadeiro: 66% dos brasileiros entrevistados usam o aparelho para fins profissionais fora do horário de trabalho.

Tópicos relacionados

Coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.