Descrição de chapéu Folha Verão verão

Ceará vive euforia com retorno dos turistas e lotação de hotéis

Festa da virada por R$ 3.600 tem lotes esgotados

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Voo de parapente em Canoa Quebrada, no Cerá

Voo de parapente em Canoa Quebrada, no Ceará Divulgação

Fortaleza

A Broadway é a principal rua da praia de Canoa Quebrada, na cidade cearense de Aracati, a 160 km de Fortaleza. Nela, estão os restaurantes mais procurados pelos turistas, principalmente quando o sol já se escondeu. Mesmo em meio à obra de revitalização, que deve ser entregue em dezembro, era difícil achar espaço para circular na via nos finais de semana de novembro.

"O turismo está voltando. Nos primeiros meses após a reabertura, ali por junho, o movimento estava fraco, mas agora, mês a mês, vemos as pessoas vindo mais. Acho que a vacinação tem tirado as pessoas de casa", diz Luís Nogueira, 47. Ele é dono da barraca Chega Mais, uma das mais procuradas de Canoa e oferece serviço com piscina e restaurante, entre outras comodidades.

Todo final de tarde os turistas caminham até a Duna do Por do Sol em Jericoacoara - Adriano Vizoni/Folhapress

"Recontratei todos os funcionários que havia dispensado durante o auge da pandemia, quando tudo fechou, estou com 49 funcionários. E a previsão é de contratar entre 10 e 15 extras para este final de ano", diz Nogueira.

Canoa Quebrada está entre as praias mais procuradas no Ceará neste fim de 2021 junto com a famosa Jericoacoara, na cidade de Jijoca de Jericoacoara (280 km da capital), e praias da cidade de Camocim (360 km de Fortaleza), no litoral oeste, segundo a ABIH-CE (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis).
As praias do litoral oeste, como Jeri, Flecheiras (na cidade de Trairi), Icaraizinho (Amontada) e Camocim são bastante procuradas entre agosto e dezembro por praticantes de kitesurfe por ser a época de mais ventos na região.

Praia de Canoa Quebrada, no estado do Ceará - Eduardo Anizelli/Folhapress

"A retomada do turismo nos litorais oeste e leste foi bem mais rápida do que na capital [Fortaleza]. Isso aconteceu porque o próprio turista cearense sai da capital e vai a Jericoacoara. Tem também os turistas de estados vizinhos", diz Régis Medeiros, 54, presidente da ABIH-CE. "O que vimos nesse início de retomada foram as pessoas viajando mais de carro, o que acentuou o turismo regional."


O mês de outubro, segundo Medeiros, consolidou a retomada comparado com números de 2019, pré-pandemia. Outubro de 2019 teve 73,61% da rede hoteleira no Ceará ocupada; já no mesmo mês em 2021 a ocupação foi de 74,9%. "O brasileiro quer viajar", resume Medeiros.

A duna do pôr do sol é uma das atrações da badalada praia de Jericoacoara, e tem voltado a encher no fim das tardes com turistas ávidos pelo espetáculo natural. O retorno dos viajantes, principalmente do sudeste, reativou o turismo de luxo na região, que novamente terá o ápice no Réveillon.


Com preços que podem chegar a R$ 3.600, a festa privada "Vira Jeri" será novamente realizada depois de ter sido cancelada em 2020. Serão sete dias de eventos entre 27 de dezembro de 2021 e 2 de janeiro de 2022, com shows de artistas como Jorge e Mateus, Israel e Rodolffo e Thiaguinho. Dois lotes já estão esgotados.

Na contramão do evento privado, a Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara decidiu não realizar uma festa pública em Jericoacoara este ano, para evitar aglomerações —deve ocorrer, no máximo, uma queima de fogos. Neste momento, o governo do Ceará libera eventos para até 2.000 pessoas em espaços públicos abertos, mas a expectativa é que até o fim de dezembro haja aprovação para até 5.000 pessoas.

Medidas sanitárias

Desde 15 de novembro, o governo do Ceará determinou que, para entrar em bares, restaurantes e eventos no estado, é preciso que maiores de 12 anos tenham em mãos o certificado de vacinação contra a Covid-19. Não há mais limitação de horário ou de capacidade para restaurantes e bares no estado, mas ainda há exigência do uso de máscaras.


Para hospedagem em hotéis ou pousadas não é necessário apresentar certificado de vacinação, mas, sim, para utilizar espaços para alimentação. Ainda há limite de três adultos por quarto ou dois adultos e três crianças.


Principal ponto turístico da região metropolitana de Fortaleza, o Beach Park, localizado na cidade de Aquiraz, só pode receber 60% de sua capacidade total no momento, ainda por determinação governamental —em 2019 foram cerca de 900 mil visitantes.

Beach Park, na região metropolitana de Fortaleza, mantém rígidas regras sanitárias por receber grupos grandes de famílias e amigos entre visitantes. Parque está operando com 60% de sua capacidade - Divulgação

Por se tratar de um parque em que as pessoas ficam boa parte do tempo dentro da água, as medidas de segurança sanitárias por causa da Covid-19 mantêm-se rígidas principalmente porque o parque recebe grupos grandes de famílias e amigos que querem utilizar os equipamentos (toboáguas) ao mesmo tempo, o que pode gerar aglomeração nas filas.


"O uso da máscara é obrigatório em todos os momentos que o cliente não estiver dentro da água ou se alimentando. Máscaras estão disponíveis para venda a preço de custo em vários pontos. As filas contam com marcações no solo, em formato quadrangular, delimitando o lugar que cada família pode ficar e garantindo dois metros de distância entre um grupo e outro", diz Clarisse Linhares, diretora de marketing, conteúdo e mídia do Beach Park.


Segundo ela, o perfil dos turistas que utilizam o parque continua o mesmo: brasileiros. "Houve, entretanto, mudanças no tempo de programação da viagem dessas pessoas", afirma Linhares. "Anteriormente havia um espaço de pelo menos dois meses entre a compra [de pacotes ou ingressos] e a vinda dos visitantes. Desde a retomada, em julho, notamos muitas reservas efetuadas para o mesmo período da procura."


Serviço

BUGUE EM JERICOACOARA

A 280 km de Fortaleza, passeio de bugue para até quatro pessoas passa por pontos turísticos de Jericoacoara. Na programação, estão visitas à Pedra Furada, a Árvore da Preguiça e as lagoas Azul e do Paraíso.

Passeio das 9h às 15h. Ingresso R$ 350. Informações: (88) 9 9624-5866, Val Passeios.

PRAIAS DE MORRO BRANCO E DAS FONTES

Em Beberibe, a 85 km de Fortaleza, turistas visitam as praias conhecidas por suas falésias.

Passeio com 5 horas de duração. Transfer Fortaleza/Praias/Fortaleza R$ 84. Informações: www.decolar.com.

BEACH PARK

Parque aquático em Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza.

Ingresso R$ 250 (inteira). Informações: ingresso.beachpark.com.br

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.