Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/01/2013 - 07h10

Donos de tradicionais receitas do interior se preocupam com multiplicação de cópias

Publicidade

LEANDRO MARTINS
DE RIBEIRÃO PRETO

A fama conquistada por algumas comidas do interior paulista veio acompanhada de um fator quase impossível de ser evitado: a multiplicação de cópias ou tentativas de receitas semelhantes.

Em Bueno de Andrada, os donos da Mercearia Freitas contam que chegaram a recorrer à Justiça porque um estabelecimento comercial de Araraquara, cidade à qual pertence o distrito, se passava por "filial" para vender as famosas coxinhas douradas.

Karime Xavier/Folhapress
Coxinhas de frango da Mercearia Freitas, em Araraquara, interior de SP
Coxinhas de frango da Mercearia Freitas, em Araraquara. Donos do estabelecimento ressaltam que não há filiais

Para tentar alertar os clientes, o casal Paulo Roberto de Freitas e Sônia Maria Pirolla de Freitas colocou na mercearia placas com o aviso: "Não temos filiais". A marca Coxinhas Douradas de Bueno de Andrada, aliás, foi registrada oficialmente por eles.

Em Dumont, o empresário Álvaro Fernandes Veronez, dono da Casa Veronezi, até reconhece a existência de outros fabricantes de linguiça de qualidade no pequeno município do interior paulista.

O problema, afirma, é quando aventureiros começam a fabricar um produto de nível muito inferior querendo apenas se beneficiar da fama da linguiça de Dumont.

Isto, diz Veronez, acaba enganando o consumidor, que fica com uma imagem ruim, generalizada, dos produtos feitos no município.

Em cidades maiores da região, como a vizinha Ribeirão Preto, é comum ver em fachadas de açougues placas anunciando a venda da linguiça de Dumont. A de Veronez não está entre elas.

Para ampliar seu mercado, Veronez está investindo R$ 3 milhões numa fábrica que vai multiplicar por 15 a capacidade de produção de linguiças.

Com o registro de inspeção federal da fábrica, a ideia é vender os embutidos e defumados suínos para outras regiões do país.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página