Saltar para o conteúdo principal
 
22/01/2018 - 09h01

Livro analisa comunicações políticas entre Portugal, Brasil e Angola nos séculos 17 e 18

da Livraria da Folha

Divulgação
Livro mostra como a resistência local à colonização no Brasil e em Angola foi se tornando menos visível no século 18
Livro mostra como a resistência local à colonização no Brasil e em Angola foi se tornando menos visível no século 18

Em 12 artigos, historiadores portugueses e brasileiros analisam a comunicação entre Portugal, Brasil e Angola nos séculos 17 e 18 no livro "Um Reino e Suas Repúblicas", publicado pela editora Civilização Brasileira.

A obra desfaz mitos, como o da unidade da ação política nos três territórios e a subserviência dos espaços colonizados em relação à metrópole.

Com organização de João Fragoso e Nuno Gonçalo Monteiro, a estrutura do livro se divide três em três partes: a primeira examina a arquitetura institucional da monarquia e a circulação da comunicação; a segunda, discussões sobre o conteúdo da comunicação; e a terceira investiga os agentes e os espaços institucionais de comunicação.

Os artigos destacam a importância da circulação de normas que hoje chamaríamos de legislativas e confirmam a regularidade da comunicação política entre o centro e a periferia.

Professor titular do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro, João Fragoso é coautor de livros como "O Brasil Colonial - 1443-1580 (Vol. 1)", "O Brasil Colonial - 1580-1720 (Vol. 2)", "O Brasil Colonial - 1720-1821 (Vol. 3)", "Na Trama das Redes" e "A Economia Colonial Brasileira", entre outros.

Nuno Gonçalo Monteiro é pesquisador coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. É autor de diversos livros publicados em Portugal.

*

UM REINO E SUAS REPÚBLICAS NO ATLÂNTICO
ORGANIZADORES João Fragoso e Nuno Gonçao Monteiro
EDITORA Civilização Brasileira
QUANTO R$ 76,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página