Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/12/2002 - 12h54

Brasileiro é roubado no México após andar 10 mil km de bicicleta

da France Presse, na Cidade do México

Um brasileiro que partiu há três anos para percorrer de bicicleta desde a Terra do Fogo até o Alasca, buscando estabelecer um recorde mundial, foi assaltado ontem na capital mexicana.

"Não havia tido nenhum contratempo. Nem na Colômbia, onde há guerrilha, passei por isso", afirmou Denizart Simões Sousa. Ele percorreu 10 mil km e 15 países em três anos sem problemas até ontem, quando seus pertences, dinheiro e documentos foram roubados, e dois de seus dentes, quebrados.

Quando viajava por uma estrada da capital mexicana, onde oficialmente são registrados mais de 400 delitos por dia, dois homens lançaram um tijolo na cara e "aí começaram a me bater e levaram minha mochila com meu passaporte, meu visto, minha carteira de motorista, 300 pesos e US$ 300", afirmou Simões.

Ele foi levado até a embaixada do Brasil, onde pediu novos documentos porque sem eles não pode continuar sua viagem, um patrocinador que o apoie a terminar o trajeto e duas próteses dentárias.

Outros destaques:
  •  "Arafat é um Bin Laden com boas relações públicas", diz Netanyahu

  •  Reino Unido aprova policiais armados a bordo de aviões britânicos

  •  Japão indicia militar dos EUA por tentativa de estupro

  •  Hugo Chávez promete defender a sua "revolução"

  •  Justiça peruana atrasa extradição de Fujimori, diz procurador

  •  China critica plano dos EUA de instalar escudo antimísseis

  •  Acidente de ônibus mata 31 pessoas no Sudão


  • Leia mais notícias de Mundo
     

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página