Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/03/2013 - 20h01

Editora japonesa lança menor livro do mundo, ilegível a olho nu

Publicidade

DA AFP

Uma editora japonesa apresentou nesta quarta-feira um livro muito pequeno, ilegível a olho nu, com 22 páginas e uma espessura de 0,75 mm, menos que a publicação russa reconhecida como o menor livro do mundo pelo Guinness dos Recordes (0,90 mm).

"Os minúsculos caracteres e as ilustrações de flores estão impressos perfeitamente e podem ser vistos com uma lupa", indica a editora Toppan Printing, referindo-se ao livro "Flores da Estação".

A empresa, que começou a lançar microlivros em 1964, já registrara um recorde em 2000, com um livro de 0,95 mm de espessura.

AFP
Imagem mostra menor livro do mundo comparado a uma agulha
Imagem mostra menor livro do mundo comparado a uma agulha
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página