Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/12/2010 - 10h57

Real valoriza 108% ante o dólar no governo Lula e supera sete moedas

Publicidade

DE SÃO PAULO

As taxas de juros mais altas do planeta contribuíram para que a moeda brasileira tivesse a maior valorização, nos últimos oito anos, entre algumas das principais moedas latino-americanas e até do euro, a moeda utilizada por algumas das maiores potências econômicas do planeta.

Segundo levantamento da consultoria Economática, até ontem, a valorização do real somou 108,16% no governo Lula até o dia 21 de dezembro de 2010, praticamente o dobro da valorização registrada para o peso chileno (53,14%) e o peso colombiano (48,5%) no mesmo período, e quase quatro vezes a valorização do sol peruano (25,2%).

O fortalecimento do real frente ao dólar também foi bem mais intenso na comparação com a moeda europeia, que neste período valorizou 24,9%, ainda de acordo com a consultoria.

Em três países, as moedas locais desvalorizaram em relação ao dólar, considerando os últimos oito anos: Argentina (-15,2%), México (-16%) e Venezuela (-67,3%). Em comum, os três países enfrentaram ou ainda estão enfrentando graves crises econômicas.

A Economática observou que, nos últimos oito anos, em apenas um (2008), o real desvalorizou em relação ao dólar, em uma queda de 24,2%. Foi justamente em 2008 que estourou a crise financeira mundial, que provocou uma corrida dos investidores para a moeda americana, em busca de proteção.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página