Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/03/2013 - 16h54

Livre após 23 anos na prisão injustamente, homem sofre ataque cardíaco em NY

Publicidade

DE SÃO PAULO

"Neste momento, eu sinto como se estivesse debaixo d' água, nadando", disse David Ranta na quinta-feira (21), momentos depois de ser liberado da prisão em Nova York onde ficou por 23 anos pagando por um crime que não cometeu.

Menos de 48 horas depois, a expressão de estupor pela liberdade alcançada ganharia tintas dramáticas: Ranta, 58, sofreu um ataque cardíaco na noite de sexta.

Segundo o "New York Times", o advogado dele, Pierre Sussman, informou que Ranta está internado num hospital de Nova York. Os médicos descobriram que uma de suas artérias está completamente obstruída e uma outra tem obstrução parcial. Ele deve ser submetido a uma cirurgia.

Ranta foi liberado da prisão na quinta após cumprir mais de duas décadas de prisão pelo assassinato de Chaskel Werzberger, um popular rabino do Brooklyn, em 1990.

Apesar de não haver evidência física que o ligasse ao crime, ele foi condenado em 1991, num caso de ampla repercussão midiática. Só no ano passado, em uma força-tarefa do Ministério Público para revisar casos questionáveis, o processo de Ranta foi revisado, o que levaria a declaração posterior de sua inocência.

"É grande o peso desses anos de prisão sobre David", disse Sussman ao "New York Times".

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

TV Smart TV Smart HDMI, LED, Full HD a partir de R$ 999,99

Refrigerador Refrigerador Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página