Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/06/2011 - 20h33

Prefeito suspeito de fugir em ônibus se entrega no Ceará

Publicidade

DE SÃO PAULO

O prefeito de Senador Pompeu (275 km de Fortaleza), Antônio Teixeira de Oliveira (PT), entregou-se à polícia na madrugada desta quinta-feira.

Oliveira estava foragido havia nove dias, quando ele e mais 30 pessoas tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Estado sob suspeita de participação em um esquema de fraudes em licitações.

A polícia investiga a hipótese de o prefeito e os outros 30 suspeitos terem fugido da cidade em um ônibus alugado antes da decretação da prisão. A defesa do prefeito nega.

Além dele, tiveram a prisão e o afastamento decretados o vice-prefeito, o vice-presidente da Câmara Municipal, secretários, engenheiros e empresários. Até agora, nove pessoas foram presas, segundo a Secretaria de Segurança.

Segundo a denúncia e a representação criminal feitas pelo Ministério Público do Ceará, eles são suspeitos de cometer desvio de recursos públicos, pagamentos indevidos e emissão de cheques para pagamentos de empresas que fornecem notas fiscais frias.

O advogado dos suspeitos, Hélio Leitão, afirmou que o pedido de prisão foi precipitado, porque seus clientes não fizeram nada que estivesse obstruindo a investigação. Além disso, para ele, o afastamento deles do cargo seria suficiente.

Ele disse que não vai se pronunciar sobre as acusações porque não conhece o teor das mesmas.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página