Descrição de chapéu Há 50 anos

1970: Médici defende a continuidade do AI-5 e de outros Atos Institucionais

São Paulo

O presidente Emílio Garrastazu Médici indicou que não abrirá mão em um futuro próximo do Ato Institucional nº 5.

Em pronunciamento por rádio e TV, ele defendeu o artigo 182 da Constituição, que estabelece que o AI-5 e os outros Atos posteriormente baixados continuem em vigor.

“Somente para os que desejam a destruição do regime pode haver inconveniência ou nocividade nos poderes outorgados ao presidente da República pela Constituição, artigo 182”, disse.

Segundo Médici, esses poderes são só usados contra quem desrespeita a moral administrativa ou insurge contra as instituições.

Primeira Página da Folha de 31 de outubro de 1970
Primeira Página da Folha de 31 de outubro de 1970 - Reprodução

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.