#Hashtag

Mídias sociais e a vida em rede

#Hashtag - Interação
Interação
Descrição de chapéu Twitter memes

Relembre vídeos e frases marcantes de Maria da Conceição Tavares, que viralizou nas redes

Intelectual foi redescoberta por novas gerações, ganhou acervos e virou meme

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Maria da Conceição Tavares

A economista Maria da Conceição Tavares Reprodução/IE-Unicamp e TV Cultura

São Paulo (SP)

A morte da economista Maria da Conceição Tavares, aos 94 anos, gerou comoção nas redes sociais neste sábado (8). Apesar de ter concentrado sua atuação política e acadêmica no século 20, Conceição foi redescoberta por novas gerações há três anos, quando trechos de suas entrevistas, aulas e palestras passaram a circular na internet.

Os trejeitos firmes – quase sempre com um cigarrinho nas mãos – a voz rouca e o forte sotaque português formavam uma personagem carismática para jovens de esquerda, que passaram a exaltar seus discursos enfáticos sobre economia e política.

"Se você não se preocupa com justiça social, com quem paga a conta, você não é um economista sério. Você é um tecnocrata!", disse ela durante uma participação no Roda Viva, da TV cultura, em 1995. O trecho viralizou 29 anos depois, em 2021.

A intelectual virou meme e ganhou acervos digitais em quase todas as redes sociais, atraindo milhares de seguidores. O #Hashtag mostrou como, por trás da criação das páginas, que se parecem mais com fã-clubes, havia jovens a caminho do vestibular ou ingressando na universidade, encantados pelo discurso da professora em sala de aula.

Com o anúncio da morte, seu nome foi rapidamente alçado aos assuntos mais comentados no X (Twitter), com mais de 30 mil menções até a tarde deste sábado. Muitos postaram homenagens.

Outros relembraram memes e discursos icônicos da intelectual; veja a seguir:

"Só faz de conta que a política não interessa, quem manda, meu bem."

"Espero morrer feliz por ser brasileira. E infeliz por ser europeia."

"Ninguém come PIB."

"Uma economia que diz que precisa primeiro estabilizar, depois crescer, depois redistribuir, é uma falácia. Nem estabiliza, cresce aos solavancos e não redistribui."

"Estamos lutando apenas para não ficar malucos."

Brutal concentração de renda.

"A imprensa tem uma responsabilidade CENTRAL!"

"Cada onda da modernidade, era pau no lombo do povo."

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar sete acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.