Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

'Noivado' de Regina Duarte com Bolsonaro custou ao menos R$ 15 mil ao governo

Ministério negou informações sobre gastos, obtidas pela Lei de Acesso à Informação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

União estável O período de "noivado" da atriz Regina Duarte custou ao menos R$ 15 mil aos cofres públicos. O Ministério da Cidadania bancou passagens e diárias da atriz e de três assessores dela --um deles, seu filho-- entre os dias 22 e 23 de janeiro, quando ela foi a Brasília tomar conhecimento de detalhes da pasta. 

Regime fechado A atriz ainda viajou mais duas vezes, que não foram contabilizadas no valor até agora. A pasta se recusou a informar os gastos, que só foram obtidos via Lei de Acesso à Informação.

"É importante destacar que os deslocamentos e os valores pagos foram solicitados pela Secretaria Especial da Cultura no dia 21/01/2020. As passagens aéreas foram compradas para viagens entre os dias 22/01/2020 e 23/01/2020", diz o ministério na resposta via lei de acesso.

O Portal da Transparência do governo federal registra ainda outros pagamentos feitos à atriz e pessoas ligadas a ela. Com "diárias a colaboradores eventuais no país" foram pagos R$ 784,70, o que totaliza, por ora, uma despesa de R$ 15.364,29.

Ainda não há data para a posse de Regina Duarte, já que ela ainda precisa encerrar seu contrato com a TV Globo.

A coluna Painel agora está disponível por temas. Para ler todos os assuntos abordados na edição desta terça (11) clique abaixo: ​

Governo quer usar o Fundeb para privatizar creches 

Ministro da Educação teme perder verba após atrito com Congresso 

Witzel faz reuniões com ex-aliados de Bolsonaro 

Ação contra miliciano não foi gravada, diz governo baiano  

Senadora cassada pede para que não seja afastada até decisão do STF  

'Noivado' de Regina Duarte com Bolsonaro custou ao menos R$ 15 mil ao governo 

Ex-assessor exonerado por usar FAB deve ser punido por Comissão de Ética 

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.