Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel
Descrição de chapéu transição de governo

Cotado para comunicação de Lula questiona facada em Bolsonaro

Deputado petista Paulo Pimenta chama atentado contra presidente de 'fake'

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Nome mais cotado para assumir a Secretaria de Comunicação Social do governo Lula, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) é um adepto da teoria conspiratória que questiona a facada sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

0
O então candidato a presidente Jair Bolsonaro (PL) no momento em que leva uma facada na campanha de 2018 - Folhapress

Em diversas postagens em redes sociais, Pimenta referiu-se ao atentado como "fakeada" e escreveu a palavra facada entre aspas. Também compartilhou textos relativos a um documentário produzido no ano passado por um site pró-Lula que coloca em dúvida a ocorrência da agressão.

"Creio que existem indícios e perguntas sem respostas que devem ser esclarecidas", disse ele à Folha em setembro de 2021.

Bolsonaro foi alvo de uma facada em setembro de 2018, durante a campanha eleitoral, na cidade de Juiz de Fora (MG). A Polícia Federal concluiu que o autor do crime, Adélio Bispo, agiu sozinho, versão que é contestada por apoiadores do presidente.

Procurado, Pimenta não respondeu ao contato do Painel para comentar o tema.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.