Três homens atacam Secretaria da Justiça do CE e são mortos pela polícia

Homens armados com granada atiraram contra o prédio, na madrugada deste sábado, em Fortaleza

Maceió | UOL

Três homens foram mortos pela polícia após um ataque a tiros ao prédio da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará, em Fortaleza, na madrugada deste sábado (24).

Segundo a secretaria, por volta de 1h30, os homens armados começaram a atirar contra o prédio, quando foram surpreendidos pela polícia.

Fachada da Secretaria da Justiça do Ceará, em Fortaleza
Secretaria da Justiça do Ceará, em Fortaleza - Reprodução Google Street View

"Houve troca de tiros e três bandidos foram atingidos, não resistindo aos ferimentos. Foram apreendidas armas e uma granada. As causas estão sendo investigadas", informou a pasta.

Pela manhã, era possível ver marcas de diversos tiros na sede da secretaria. A pasta não informou detalhes sobre quantos tiros foram disparados e se eles chegaram a causar danos internamente.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, no momento do crime havia equipes do Batalhão de Choque e do Comando Tático Motorizado, que reagiram de imediato. O serviço de inteligência já havia se preparado para um possível ataque e monitorava o local.

Ainda segundo o órgão, os suspeitos baleados chegaram a ser socorridos e levados a um hospital de Fortaleza, mas não resistiram. Até o fim da manhã os corpos dos mortos não tinham sido identificados.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas da Polícia Civil.

Uma das principais linhas de investigação é que o ataque tenha sido ordenado por facções criminosas que mandaram recados questionando a medida anunciada de instalar bloqueadores de celular nos presídios.

Dois dias antes do ataque, houve uma tentativa de invasão a um prédio dos Correios em Fortaleza, e os criminosos deixaram um bilhete ameaçando ataques caso bloqueadores sejam instalados.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.