Descrição de chapéu Mobilidade urbana

Batida entre ônibus, caminhonete e carreta deixa sete mortos em MG

Acidente ocorreu na BR-116, próximo a Governador Valadares; cinco feridos estão internados

Carolina Linhares Fabiana Marchezi
Belo Horizonte e Governador Valadares

Um acidente envolvendo uma caminhonete, uma carreta e um ônibus deixou 7 mortos e 12 feridos na BR-116, próximo a Governador Valadares (MG), no início da madrugada desta segunda-feira (23). 

Segundo o Corpo de Bombeiros, seis passageiros do ônibus morreram no local. O motorista da caminhonete, Reginaldo Oliveira, 39, chegou a dar entrada no Hospital Municipal de Governador Valadares, mas morreu.

No hospital municipal, sete pessoas foram atendidas e liberados. Outras cinco estão internadas --duas em estado gravíssimo. 

Marialdina Otoni Silva teve traumatismo craniano. Outra paciente do sexo feminino, ainda não identificada, apresenta o mesmo quadro. 

Os outros internados são: Viviane Rodrigues Amaral, que teve lesão na face e na cabeça e está estável; Juliana Rezende, que teve fratura na bacia e passará por cirurgia; e Nelson José de Almeida Júnior, que também teve fratura na bacia e está estável após cirurgia. 

O acidente ocorreu próximo da meia-noite, no km 401. A caminhonete, que viajava no sentido Governador Valadares, invadiu a pista contrária e colidiu com a carreta, que ia no sentido Teófilo Otoni (MG). 

A carreta perdeu o controle e a carga de tubos metálicos se espalhou pela pista, atingindo o ônibus que vinha atrás da caminhonete. 

De acordo com os bombeiros, havia 44 pessoas no coletivo que viajava de Itaobim (MG) para Belo Horizonte. 

Entre os passageiros mortos, há duas idosas, de 74 e 78 anos. As demais vítimas são um jovem de 20 anos, uma mulher de 41, uma mulher de 44 e um homem de 62. 

O ônibus fretado pertencia à Vale Viagens, que fica em Itaobim, no Vale do Jequitinhonha.

A empresa lamentou o acidente e diz que se solidariza e está prestando assistência aos familiares das vítimas. A empresa também informou que os passageiros que não se feriram receberam transporte para Belo Horizonte ou para voltarem a Itaobim. Representantes da empresa foram enviados a Governador Valadares para acompanhar o caso.

UOL

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.