Descrição de chapéu Tragédia em Brumadinho

Sobrevivente que perdeu marido em tragédia espera encontrar filho com vida

Vítima de Brumadinho foi resgatada na sexta-feira (25)

Flávia Carneiro
Belo Horizonte

Uma das sobreviventes da tragédia em Brumadinho, Paloma Prates da Cunha, de 23 anos, internada no Hospital de pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, ainda acredita em um milagre de encontrar seu bebê com vida, Heitor Prates, de 1 ano e sete meses.

Paloma perdeu o marido, Robson Máximo, 26 anos, no desastre e procura ainda a irmã, Pamela, de 13 anos. O corpo de Robinho, como é chamado pelos amigos, foi enterrado neste domingo, durante solenidade simples no distrito de Suzano, bem próximo ao Córrego do Feijão. "Não houve velório, o sepultamento durou apenas 15 minutos", disse Doriedson Gomes, 43 anos, amigo da família e que acompanha Paloma no Hospital Pronto Socorro desde o dia em que foi internada

A família de Paloma trabalhava e morava na área da Pousada Nova Estância, completamente destruída pelo mar de lama. "Todos estavam em casa vendo TV, quando Paloma escutou um estrondo muito forte e viu o mar de lama carregar tudo pela frente. O carro da família foi encontrado a três quilômetros do local. A família acabou, só sobrou ela", lamentou Doriedson.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.