Descrição de chapéu Obituário Wanessa Portugal (1978 - 2019)

Mortes: Caridosa, advogada usou sua profissão para ajudar ao próximo

Mineira atuou em diversas instituições e se empenhou no auxiliar aos doentes

Ricardo Hiar
São Paulo

Desde a infância a mineira Wanessa Portugal tinha uma preocupação grande em ajudar ao próximo. Na juventude, a moça festeira e sorridente já não poupava tempo para ouvir e aconselhar os amigos, principalmente quem estivesse enfrentando alguma situação difícil. “Ela era solidária a dor do outro e tentava ajudar as pessoas a terem mais empatia”, lembra o irmão Wagner Augusto.

Formada em direito pela Unifenas (Universidade Federal de Alfenas), a advogada adotou como projeto de vida usar sua profissão para fazer a diferença na realidade das pessoas doentes ou em estado de vulnerabilidade.

Obituário da advogada Wanessa Portugal (1978-2019)
A advogada Wanessa Portugal (1978-2019) - Arquivo Pessoal

Já em São Paulo, onde viveu nos últimos 15 anos, ela empenhou-se em causas para ajudar pacientes com câncer.  

Católica, Wanessa dava grande atenção a religiosidade e frequentava a igreja assiduamente. Foi a convite de um cardeal que passou a trabalhar na Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, onde chegou a CEO. Sempre com um sorriso no rosto, ela dizia que seu  principal objetivo era humanizar o atendimento.

Em muitas ocasiões a advogada mobilizou amigos e empresários para arrecadar donativos para ajudar crianças de creches da periferia de São Paulo. “Enquanto não conseguia as doações, ela não sossegava. Depois ia às creches para verificar se as crianças estavam sendo bem atendidas e se as doações eram bem utilizadas”, diz Wagner.

Assim como os pacientes que ela tanto se preocupou, Wanessa precisou lutar contra um câncer. Muito otimista, ela sonhava em continuar seus projetos e não deixava se abater. Fez a festa de Natal e comemorou seu aniversário no dia 22 janeiro, mas morreu uma semana depois, aos 41 anos, por complicações da doença. Deixa os pais, Wilson e Marlene, e o irmão.


coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas​​​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.