Descrição de chapéu Obituário Manoel Carlos de Azevedo Ortolan (1946 - 2019)

Mortes: Apaziguador, empresário da cana defendeu educação

Manoel Carlos de Azevedo Ortolan foi atuante entre plantadores de cana

Marcelo Toledo
Ribeirão Preto

Nas reuniões, o engenheiro agrônomo Manoel Carlos de Azevedo Ortolan nunca se exaltava. E eram muitos os encontros. Sempre decidia, mas com gentileza e equilíbrio, dizem seus amigos.

Presidente da Canaoeste (associação dos plantadores de cana do oeste de São Paulo) e da Copercana (cooperativa dos plantadores), Ortolan formou-se na Esalq/USP, em 1969, e atuou na Copersucar, na própria Canaoeste e numa fazenda em Goiás nos primeiros anos de carreira.

Manoel Carlos de Azevedo Ortolan (1942-2019)
Manoel Carlos de Azevedo Ortolan (1946-2019) - Divulgação

Voltou ainda na década de 1970 para a associação dos plantadores, sediada em Sertãozinho, no interior paulista, onde foi gerente do departamento técnico, até 2000, e presidente, cargo que ocupou até o fim da vida. 

Participou ainda da fundação da Abag-RP (associação brasileira do agronegócio de Ribeirão Preto), na qual defendia programas educacionais nas escolas, e comandava a Casa das Mangueiras —que atende crianças e jovens em situação de risco.

“Não levantava a voz, era focado. Ele foi um defensor incansável do rural, do agro como um todo. Isso norteava a vida dele, era uma filosofia de vida”, disse o advogado Juliano Bortoloti, amigo de Ortolan.

A descoberta de uma leucemia, em meados de março, interrompeu os planos futuros para o tratamento da doença, o que o afastou de algumas atividades.

“Ele transitava em todos os meios muito bem, era um apaziguador”, disse Marcelo Avelar, presidente da Coonai (Cooperativa Nacional Agroindustrial), que se encontrava com Ortolan todos os meses em reuniões da Ocesp (organização das cooperativas).

Morreu na manhã desta terça-feira (11). O corpo foi velado em Sertãozinho e enterrado na terça no cemitério Bom Pastor, em Ribeirão Preto. Deixa a mulher, Sandra, quatro filhos e nove netos.

​​coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas​​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.