Temporal provoca alagamentos e cancelamento de aulas no Recife

Três aviões que pousariam na capital pernambucana desviaram a rota para Maceió

João Valadares
Recife

Uma forte chuva que cai no Recife desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (13) provocou o cancelamento de aulas em universidades, interdição de uma estação de metrô, alagamento das principais vias da cidade, cancelamento de voo e alerta oficial de enchente do Rio Capibaribe.

Um voo da companhia aérea Azul, que partiria do Recife para São Luiz e Fortaleza, foi cancelado. Outros três aviões da mesma companhia que pousariam na capital pernambucana precisaram desviar para Maceió em razão do mau tempo.

Em seis horas, choveu o que estava programado para dez dias. A média histórica para o mês de junho é de 389,6 milímetros. Durante o período da manhã, a precipitação atingiu a marca de 117 milímetros. 

A Apac (Agência Pernambucana de Águas e Climas) emitiu alerta de enchente para áreas ribeirinhas do Rio Capibaribe, que corta o Recife. O nível está mais elevado no município de São Lourenço da Mata, na região metropolitana. 

A UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) e duas faculdades particulares cancelaram as atividades. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram carros trafegando em vias completamente alagadas. 

O TJPE (Tribunal de Justiça de Pernambuco) cancelou os expedientes em todas as unidades do Grande Recife. 

A estação de metrô Joana Bezerra, a principal do Recife, foi fechada. A frota de ônibus precisou ser reforçada para não prejudicar os passageiros.

Apesar da forte chuva, não houve registro de ocorrência de grande porte. A prefeitura comunicou que recebeu 53 chamados para colocação de lonas plásticas e vistorias em áreas de risco. 

Carros cobertos por água da chuva
Rua alagada no Recife após fortes chuvas - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.