Eduardo Bolsonaro ironiza sigla LGBT em camiseta

Segundo relatório, Brasil é o país mais perigoso do mundo para a comunidade

São Paulo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro publicou, neste sábado (12), uma foto em que altera a sigla LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros). Na imagem, ele usa camiseta em que as letras da comunidade foram substituída por Liberdade, Armas, Bolsonaro e Trump. 

 

Segundo ele, a camiseta mostra que "o conceito de LGBT foi atualizado com sucesso". 

A deputada federal Bia Kicis publicou um vídeo com o deputado, seu companheiro de partido, usando a peça, e no qual explica a "atualização do conceito". 

Procurada, a assessoria do deputado afirmou que ele não tem nada a declarar sobre a publicação. 

Segundo a pesquisa Violência LGBT+no período eleitoral e pós-eleitoral, conduzida pela organização de mídia Gênero e Número e financiada pela Fundação Ford no começo do ano, existe uma escalada de violência contra a população LGBT no Brasil desde o período das eleições do ano passado.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.