Navio com dois suspeitos de coronavírus atraca em Santos nesta segunda

Anvisa diz que não há motivo para preocupação

Brasília

Uma embarcação de bandeira chinesa com dois tripulantes suspeitos de ter sintomas do novo coronavírus atracará nesta segunda-feira (17) no porto de Santos (SP).

Em nota, a Anvisa (agência nacional de vigilância sanitária) descarta qualquer motivo de preocupação para a população e afirma que não há "nenhum tripulante doente" no navio Kota Pemimpin, procedente de Singapura e que esteve em portos chineses nos últimos 30 dias —passou por Shanghai, Ningbo, Yantian e Hong Kong.

Ainda assim, a agência diz que vai vistoriar a embarcação e fará a avaliação clínica dos tripulantes e uma análise sanitária do navio.

Em nota emitida na noite de sábado (15), a Anvisa havia informado que, na sexta (14), o capitão do navio, ao enviar a documentação necessária para atracar em Santos, reportou a presença a bordo de dois tripulantes com sintomas gripais. Ambos já estariam recuperados.

Ainda segundo a Anvisa, o Porto de Santos possui um plano de contingência que pode ser acionado se for identificado algum risco em embarcações que atraquem no local.

Até a quinta (13), 1.523 pessoas morreram pelo novo coronavírus, 1.521 delas na China —também houve uma nas Filipinas e uma no Japão— e mais de 66 mil tiveram confirmação da infecção em diversos países.

Nesse mesmo dia, as autoridades chinesas mudaram o método de contagem e expandiram os critérios de contaminação. Agora, uma radiografia do tórax é suficiente para confirmar casos suspeitos.

No Brasil, o resultado dos primeiros exames feitos em 34 brasileiros e parentes chineses que chegaram de Wuhan, epicentro da epidemia do novo coronavírus na China, deu negativo para uma possível infecção.

Além deles, o Ministério da Saúde também coletou amostras respiratórias de 24 tripulantes e médicos que participaram da operação montada para trazer o grupo de volta ao Brasil. Todos tiveram resultado negativo.

Além dos exames negativos, balanço divulgado pela pasta nesta terça mostra que, até o momento, o Brasil não teve nenhum caso confirmado do novo coronavírus.

Atualmente, há quatro casos suspeitos sendo monitorados pelo Ministério da Saúde, conforme comunicado da última sexta.

Um deles é investigado em São Paulo, um no Paraná e dois no Rio Grande do Sul. Um total de 43 casos já foram descartados no país até o momento.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.