Mulher de cem anos que contraiu coronavírus deixa hospital no Rio

Maria José Bastos passou 13 dias internada; filho com quem ela morava morreu de Covid-19

Rio de Janeiro

Após 13 dias internada com sintomas do novo coronavírus, Maria José Bastos, de cem anos, teve alta na última quinta (4) no Rio de Janeiro.

No final do mês de maio, Bastos e o filho com quem ela morava, Antônio, começaram a sentir alguns dos sintomas da Covid-19. Ambos foram levados pelo Samu até uma unidade de pronto-atendimento na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A centenária precisou ser internada e foi levada ao Hospital Universitário Pedro Ernesto, na zona norte, no último dia 23.

Embora tenha necessitado de oxigênio, ela não foi intubada. Bastos saiu do hospital na tarde de quinta (4) sob aplausos da equipe que cuidou dela. Antônio, porém, não resistiu e morreu no domingo (31).

Bastos nasceu em Campina Grande, na Paraíba, e teve 22 filhos, dos quais 13 chegaram à vida adulta. Segundo Expedita da Silva Santos, uma de suas filhas, hoje eles são em dez, sete mulheres e três homens.

Após morar ao longo de mais de 20 anos com Antônio, por quem perguntou ao deixar o hospital, Bastos agora foi viver com outro filho, Benedito.

Viúva do primeiro marido ainda na casa dos 40, Bastos casou-se de novo depois dos 70 anos.

Com 65 netos, bisnetos e tataranetos, ela celebrou cem anos em dezembro do ano passado, com uma festa cheia de gente.

mulher idosa em cadeira de rodas acompanhada por equipe de hospital usando roupas azuis
Aos cem anos, Maria José Bastos se cura da Covid-19 e deixa hospital Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro - Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.