Descrição de chapéu Coronavírus

Ensaio mostra a estética da cidade de São Paulo durante a pandemia

Fotógrafo registrou nos dias 3 e 24 de junho os primeiros sinais da vida pós-coronavírus

Bruno Santos
São Paulo

Como a cidade de São Paulo mudou desde o começo da pandemia? Na avenida Nove de Julho, um aviso luminoso da CET (Companhia de Engenharia de Trafego) pede aos que passam que tenham cuidado com a Covid-19.

Bares por toda a cidade têm clientes fiéis que por portas entreabertas pedem suas cervejas e doses enquanto seguram máscaras, o novo adereço indispensável. Os comerciantes, os que podem abrir seus estabelecimentos e os que fazem o que precisam para conseguir algum dinheiro, já acrescentaram aos produtos em estoque as máscaras.

Com desenhos, frases engraçadas e brasões de times de futebol, o item é vendido por camelôs, mercados, bancas de jornal e até padarias. Os ônibus estão cheios —mas não tão cheios— de pessoas mascaradas. Nas ruas, a ficção já é realidade.

Os pequenos sinais de mudança que aos poucos se tornam parte do cotidiano da capital paulista foram fotografados, à noite, nos dias 3 e 24 de junho por Bruno Santos. O ensaio rascunha o que pode se tornar a cidade pós-pandemia.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.