Descrição de chapéu DeltaFolha

Veja o desempenho da sua escola no Enem 2019

Folha tabulou os dados brutos do exame, divulgados pelo Ministério da Educação

São Paulo

A Folha tabulou os resultados do Enem 2019 a partir da base de dados bruta divulgada pelo MEC (Ministério da Educação) semana passada, para determinar a média dos colégios públicos e particulares no exame.

O governo deixou de apresentar os resultados com a média da nota das escolas em 2016, com a justificativa de que a informação era usada pelo mercado de colégios particulares para propaganda.

A tabulação feita pela reportagem excluiu escolas com menos de dez participantes no exame e/ou aquelas em que menos de 50% do total de estudantes fez a prova. A metodologia segue o mesmo critério que o MEC usava em anos anteriores.

Nessa ferramenta abaixo, você pode ver a posição de uma escola no país ou apenas dentro do seu estado (digite o nome da escola e pressione "enter").

Especialistas se dividem sobre a importância dos resultados do Enem como fator para uma família avaliar uma escola. Por um lado, é um dado objetivo, obtido a partir de um exame feito por milhões de estudantes anualmente.

Por outro, as médias podem esconder características das escolas. Se uma instituição foca áreas não priorizadas no Enem, como artes ou mesmo conteúdos dentro das matérias, a média pode ser baixa no exame, mesmo que a escola faça um bom trabalho.

Também há críticas sobre pequenas diferenças nos pontos obtidos, que pedagogicamente representam pouco, mas que podem ser sobrevalorizados por escolas e famílias.

Na ferramenta acima, constam todos os colégios que atingiram os patamares que o Inep (órgão do MEC que aplica a prova) previa. Uma outra forma de avaliar o ranking é considerar colégios maiores, que tende a se aproximar mais do perfil geral do setor.

A Folha também fez uma análise considerando apenas escolas com ao menos 61 estudantes no 3º ano do ensino médio. Com esse critério, a maior média foi obtida pelo colégio Bernoulli, de Minas Gerais.

Metodologia

Os critérios para considerar os alunos na tabulação foram: 1) Só foram computadas as notas dos estudantes com a situação assinalada como "estou cursando e concluirei o ensino médio em 2019”; 2) Tipo de ensino = regular (exclui educação especial e EJA); 3) Foram considerados os estudantes que estiveram presentes nas quatro provas objetivas e na redação e obtiveram nota superior a zero; e 3) O número de estudantes no 3º ano corresponde aos estudantes matriculados no 3º ano do ensino médio regular e 3º ano do ensino técnico no ano de 2018 de acordo com o Censo Escolar 2018.

A partir dessa base de estudantes considerados, foram considerados os colégios com pelo menos dez alunos participantes no Enem 2019 e com pelo menos 50% de alunos participantes no exame.

Para o indicador de nível socioeconômico das escolas, foram utilizadas as definições atribuídas pelo Inep às escolas no Enem 2015.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.