Descrição de chapéu Coronavírus

Hospital do Ibirapuera será fechado no fim de setembro

Governador Doria vai ao local no sábado (26) para formalizar encerramento

São Paulo

O governo do estado de São Paulo planeja fechar o terceiro hospital de campnha da capital, o do Ibirapuera.

Os médicos que atuam no local foram informados de que as atividades serão encerradas até o próximo dia 30, mas já no sábado (26) haverá o encerramento formal, com a presença do governador João Doria (PSDB).

Profissionais ouvidos pela Folha em condição de anonimato relatam que o fechamento das alas vem acontecendo aos poucos nos últimos dias. Segundo um médico, atualmente há uma ala (de quatro) de enfermagem e uma ala (e duas) de estabilização (UTI) funcionando.

O hospital de Campanha do Ibirapuera no Combate ao Coronavírus
O hospital de Campanha do Ibirapuera no Combate ao Coronavírus - Ronny Santos/Folhapress

Funcionários dizem que foram avisados do encerramento no próximo dia 30, mas que muitos já vinham sendo desligados. As escalas até o fim do mês foram alteradas e os plantões, cancelados.

Isso trouxe problemas para profissionais que trabalham também em outras instituições, segundo relatos, uma vez que não tivram tempo de buscar outros plantões para os períodos cancelados.

A Secretaria estadual de Saúde dise que atualmente há 26 pacientes internados no local e que a Seconci (uma Organização Social de Saúde) é responsável por garantir os direitos trabalhistas dos funcionários, uma vez que é quem gere o local.

A Seconci afirmou que "não há nem um membro das equipes que vem trabalhando naquela unidade que não receberá tudo o que a legislação trabalhista determina".

O hospital foi inaugurado em maio, com 268 leitos e mais de 7.500 m2. A estrutura conta com cerca de 800 profissionais, sendo 213 médicos e 444 da enfermagem, além de fisioterapeutas, farmacêuticos e outros.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.