Descrição de chapéu Obituário Stella Barros (1921 - 2020)

Mortes: Decidida, foi a inspiração do poeta e o esteio da família

Stella Barros, viúva de Manoel de Barros, era uma mulher verdadeira e generosa que impulsionou o marido e os filhos

Gabriella Soares
São Paulo

Stella Barros sempre foi uma mulher que sabia o que queria da vida. Perdeu a mãe quando ainda era bebê, durante a pandemia de gripe espanhola no Brasil. Talvez por isso ela tenha sido forte e decidida.

Stella sempre deu importância à educação. Com pouco mais de 20 anos, formou-se em pedagogia no Instituto de Educação do Rio de Janeiro e começou a trabalhar como professora.

Em 1947, quando procurava uma nova casa para morar, conheceu Manoel de Barros, na época corretor de imóveis. Stella e Manoel se apaixonaram e, três meses depois, se casaram.

O poeta Manoel de Barros com a mulher, Stella Barros, morta no último dia 18 - Divulgação

“Ela não conhecia nada da família dele, nunca tinha ido a Mato Grosso. Além disso, a família dela, mineira, não queria. A dele também não. Mas foi paixão, se casaram e o amor durou a vida inteira”, conta a artista plástica e filha do casal Martha Barros.​

Não levou muito tempo para Stella perceber que Manuel, poeta em tudo, não era um homem muito prático. Então, assumiu esse papel na família e se encontrou.

“Ela sempre foi muito forte, decidida e o esteio da família. Falava tudo o que pensava, o que achava. E com o meu pai ela tinha a oportunidade de ser de forma integral, completamente verdadeira. Eles eram opostos e se completavam.”

Na gestação de Martha, o casal se mudou para a fazenda da família de Manoel, em Mato Grosso, onde foram criados os filhos Martha, Pedro e João.

Professora, ela montou uma escolinha e ensinava as crianças entre os afazeres da casa. Como o marido não dirigia, ela cuidava da maior parte das atividades da propriedade.

“Ela era prática e permitia que ele tivesse o tempo para ser poeta. E ela foi muito importante para a obra dele”, lembra Martha.

Stella também era muito generosa, amorosa e inteligente. Dedicou-se aos filhos para ter a certeza de que todos estudassem e fizessem escolhas na vida. A família sempre foi o mais importante para ela e, talvez por ter crescido sem a mãe, dedicou-se aos que amava completamente.

Mesmo após perder os dois filhos e o marido, Stella continuou sendo a fortaleza da família. A vida foi cercada por netos e sobrinhos na casa em que viveu com Manoel, em Campo Grande.

Stella Barros morreu no dia 18 de dezembro, aos 99 anos, em sua casa, com sintomas gripais. Deixa uma filha, sete netos e sete bisnetos.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.