Descrição de chapéu Obituário Roberto Kalil (1935 - 2021)

Mortes: Campeão no hipismo, foi amigo e herói dos filhos

O sonho de Roberto Kalil era formar dois filhos médicos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A história de vida de Roberto Kalil encontrou a do Clube Hípico de Santo Amaro (zona sul da capital paulista) há mais de 70 anos. Ainda criança tornou-se sócio do local e, seguindo a tradição da época, foi educado no esporte.

De temperamento indomável, mas coração gigante, Roberto foi expulso de três colégios de padres. “Os padres batiam nas mãos dos colegas dele e meu pai não aceitava e revidava”, conta seu filho, o ginecologista e obstetra Renato Kalil.

Roberto Kalil tornou-se uma estrela do hipismo e colecionou títulos. Cavaleiro de renome, foi campeão brasileiro e paulista. Treinou e deu aulas de salto.

Roberto Kalil (1935-2021) e a neta Beatriz
Roberto Kalil (1935-2021) e a neta Beatriz - Arquivo pessoal

Roberto incorporou a tradição esportiva na vida dos filhos, os médicos Roberto e Renato Kalil, desde criança.

“Eu e meu irmão nascemos na hípica e foi muito saudável porque vivemos o esporte a vida inteira”, diz o cardiologista Roberto Kalil Filho, atual presidente do Conselho Diretor do Incor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas de São Paulo, diretor-geral de cardiologia do Hospital Sírio-Libanês e professor titular de cardiologia da Faculdade de Medicina da USP.

Pai controlador, foi rigoroso na educação e nos cuidados. Apesar de não ter feito faculdade, se preocupou com a formação dos filhos e os incentivou a estudar. Seu sonho era ter dois filhos médicos.

“Quando terminei a residência médica no Incor, meu pai disse que meu tio preferia que eu fizesse curso nos EUA, mas eu queria trabalhar. Ele disse: você vai fazer o que o seu tio quer. Meu pai e minha mãe estiveram presentes em todos os momentos decisivos da minha vida”, diz Roberto.

“Tenho ele como um ídolo. Foi pai aos 22 anos e batalhou pela vida com uma garra incrível. Mesmo despreparado para a vida, deu muitos ensinamentos aos filhos. Mostrou o que é coração, parceria e amizade”, afirma Renato.

Roberto Kalil morreu dia 25 de abril, aos 85 anos. Deixa os filhos Roberto e Renato Kalil, e cinco netas.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.