Descrição de chapéu Coronavírus

Eduardo Paes anuncia vacinação para todos acima de 18 anos até outubro no Rio

Prefeito disse que se a entrega de vacinas não atrasar será possível cumprir o calendário

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), prometeu nesta quarta-feira (12) vacinar contra a Covid-19 todos os cariocas acima de 18 anos até outubro deste ano.

Segundo ele, a cidade recebe vacinas de forma regular, principalmente a Astrazeneca, o que possibilita divulgar um calendário de imunização com mais previsibilidade.

"Não havendo mais qualquer atraso na entrega das vacinas, pretendemos até outubro ter aplicado a primeira dose em todos os cariocas acima de 18 anos de idade", disse, nas redes sociais. "Vamos continuar trabalhando duro e perseguindo esse calendário".

A previsão da Prefeitura do Rio é terminar a vacinação de todas as pessoas com comorbidade e com deficiência permanente nas próximas duas semanas. Depois disso será retomada a vacinação por idade.

Até esta quarta-feira, 1.720.851 cariocas haviam tomado a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que significa 25,5% da população da cidade. A segunda dose foi aplicada em 802.868 pessoas.

Desde o início da pandemia, o Rio já registrou 292.496 casos de Covid-19, com 24.949 mortes.

A Prefeitura do Rio realizou, na manhã deste sábado (13/02), a repescagem da vacinação contra a Covid-19 de idosos a partir de 85 anos, no Sambódromo, na Cidade Nova. O compositor Monarco, de 87 anos, foi uma das pessoas imunizadas na Marquês de Sapucaí, junto com outros sambistas. Emocionado, o baluarte da Velha Guarda da Portela fez um apelo.
O compositor Monarco, de 87 anos, foi uma das pessoas imunizadas na Marquês de Sapucaí nas primeiras etapas da vacinação - Prefeitura do Rio

O prefeito contraiu a Covid-19 pela segunda vez no mês passado e se recuperou em casa. Ele já havia apresentado resultado positivo para a presença do coronavírus em maio de 2020. Estudos apontam a possibilidade de reinfecção pelo vírus, principalmente com o surgimento de novas variantes.

O anúncio do calendário de imunização foi feito poucos dias após protestos nas redes sociais provocados por um vídeo em que o prefeito aparece cantando, sem máscara, em uma roda de samba.

A cena foi registrada na sexta-feira (7) para um programa sobre gastronomia e levou Paes a pedir desculpas na segunda-feira (10).

"Errei e me desculpo. Recebi um convite há cerca de um mês do chefe Pedro Aragão para gravar um programa que ele está fazendo sobre a gastronomia de diferentes bairros do Rio. Pedro me convidou para um giro pelo centor do Rio, local incrível e que buscamos recuperar", disse.

A promessa de vacinação da população acima de 18 anos até outubro levou cariocas a afirmarem nas redes sociais que Paes reorganizou a imunização para que o Rio tenha Carnaval em 2022.

"Carnaval para ele é sagrado, ninguém mexe", disse um internauta.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.