Governo de SP contrata 2 mil professores aprovados em concurso de 2014

Eles substituirão educadores que tinham sido contratados em caráter temporário

São Paulo

O governo de São Paulo vai contratar 2.165 professores e melhorar os salários de cerca de 22 mil outros funcionários da educação, entre merendeiras, inspetores de alunos e demais profissionais do QAE (Quadro de Apoio Escolar). 

Protesto de professores da rede estadual de SP pedindo melhores salários e condições de trabalho - Fábio Braga - 08.mai.2015/Folhapress

Assinados pelo governador Márcio França (PSB), os dois decretos devem ser publicados nesta terça (12) no "Diário Oficial do Estado".

Os 2.165 professores foram aprovados em concurso público realizado em 2014 e substituirão educadores que tinham sido contratados em caráter temporário.

Segundo o governo, eles terão jornada de 24 horas semanais e estarão sujeitos ao estágio probatório —ou seja, serão avaliados por três anos em critérios de assiduidade, disciplina, responsabilidade, comprometimento com o serviço público, eficiência e produtividade.

Outro decreto vai incorporar abonos a 22 mil servidores de apoio escolar, com vencimentos menores que o piso regional de R$ 1.108. A alteração favorece cálculos trabalhistas e previdenciários.

Agora

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.