Aceleração para negócios sociais da periferia recebe inscrições

Programa amplia escopo e aceita candidatos de comunidades de toda a cidade de São Paulo

São Paulo

A Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia recebe inscrições para a terceira edição de seu programa, voltado a iniciativas de todas as comunidades paulistanas. Para participar, os interessados devem fazer sua candidatura pelo site até domingo (24).

Neste ano, a aceleradora ampliou seu escopo para toda a cidade de São Paulo e não apenas a zona sul da capital. O objetivo do programa é apoiar e potencializar uma nova geração de empreendedores de impacto social que atuam nas periferias.

Comunidade Erundina, no Jardim São Luis, zona sul de São Paulo
Comunidade Erundina, no Jardim São Luis, zona sul de São Paulo - Na Lata

Podem participar líderes de iniciativas com produtos e serviços já desenvolvidos e que atuem nas periferias da cidade de São Paulo com impacto social ou ambiental positivo. O programa prevê encontros temáticos presenciais, acompanhamento individual e mentoria pós-aceleração.

Entre os temas a serem abordados durante o processo estão mitos sobre a divisão entre impacto social e negócios, competências empreendedoras, gestão financeira, marketing digital, questões jurídicas, inovação, estruturação e refinamento do negócio e conteúdos de acordo com a demanda de cada um.

Ao final da aceleração, uma iniciativa da produtora A Banca junto com Artemisia e FGV Cenn (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas), parceiros do Prêmio Empreendedor Social, os empreendedores com participação ativa no processo poderão receber um capital-semente de até R$ 20 mil. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.