Fundador da Geekie será jurado do WISE Awards

Mestre em educação pela Universidade de Stanford, Claudio Sassaki participa, ainda, da premiação que tem, entre os seis vencedores, o brasileiro Programa Criança Feliz

São Paulo

Há uma década, a Cúpula Mundial da Inovação para a Educação, criada pela Fundação Catar, reúne os maiores especialistas mundiais e lideranças globais da temática.

Um dos destaques da programação oficial do evento –que ocorre de terça (19) a quinta (21), em Doha, capital do Catar– será a cerimônia de premiação do WISE Awards 2019.

O brasileiro Claudio Sassaki, cofundador da Geekie, é um dos jurados do concurso criado por essa iniciativa que difunde o pensamento criativo baseado em evidências e dissemina boas práticas educacionais.

As soluções oferecidas pela Geekie foram vencedoras do prêmio em 2016 —a empresa foi reconhecida como uma das seis mais inovadoras do mundo no ano. Hoje, o empreendedor brasileiro integra o comitê responsável pela premiação.

A inovação da Geekie também garantiu aos fundadores Sassaki e Eduardo Bontempo o Prêmio Empreendedor Social 2014, realizado pela Folha em parceria com a Fundação Schwab. Ambos os sócios fazem parte da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais.

Na edição do WISE Awards 2019, um dos seis destaques é o Programa Criança Feliz. Lançado pelo governo brasileiro em 2016, a iniciativa está entre os vencedores da premiação conduzida pela Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, que contou com 481 projetos inscritos.

Os vencedores foram escolhidos pelas soluções inovadoras para os desafios da educação e pelo impacto social alcançado. O programa brasileiro oferece assistência a gestantes e crianças com menos de três anos que são beneficiárias do Bolsa Família. Os ganhadores recebem o reconhecimento internacional e um prêmio em dinheiro no valor de U$ 20 mil (R$ 84 mil).

“É muito inspirador voltar ao WISE para trocar experiências e premiar iniciativas tão inovadoras que têm transformado positivamente a educação no mundo. Sem dúvida, ser membro do júri é uma forma de colaborar com esse movimento global e mostrar um pouco sobre como a Geekie tem evoluído nos últimos anos. Além disso, será um prazer encontrar mais brasileiros nesse seleto grupo que integra iniciativas educacionais tão relevantes”, afirma Sassaki.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.