Descrição de chapéu Coronavírus

Braskem doa 90 toneladas de gás para hospitais de campanha de SP

Empresas de gás e combustíveis abastecem ONGs, hospitais e até Força Aérea Brasileira

São Paulo

Pelos próximos três meses, 90 toneladas de gás liquefeito de petróleo, chamado de GLP, serão doadas pela Braskem a dois hospitais de campanha construídos em São Paulo para atender os infectados pelo coronavírus, o do Ibirapuera, na zona sul da cidade, e o do Anhembi, na zona norte.

Cada hospital de campanha vai receber 15 toneladas de GLP por mês. No Anhembi, que abriga mais de mil leitos entregues pela Prefeitura de São Paulo, o gás doado é suficiente para a preparação de até 2.500 refeições diárias para médicos, enfermeiros, pacientes e demais profissionais essenciais para a operação do hospital.

No Complexo Ginásio do Ibirapuera, que conta com mais de 240 leitos disponibilizados pelo governo do Estado de São Paulo, além de ser utilizado para o preparo das refeições, o gás também contribui ao aquecimento de chuveiros e ao funcionamento das lavanderias.

O gás GLP doado é produzido e fornecido pela própria Braskem e o valor estimado desta ação é de cerca de R$ 240 mil.

A distribuição, que teve início na última semana de abril, é feita em parceria com a Ultragaz. A empresa líder na distribuição de GLP ftransportará o combustível aos hospitais, além de ser também responsável pelos investimentos necessários à adequação da estrutura dos hospitais de campanha para utilização do combustível.

Outra que decidiu usar seu produto para combater a pandemia é a BR Distribuidora, que já investiu mais de R$ 45 milhões em frentes solidárias.

A empresa está doando combústivel para a frota da Cruz Vermelha Brasileira, composta por caminhões, ambulâncias e outros veículos usados para transportar profissionais de saúde, pacientes, equipamentos e doações.

A BR Distribuidora creditará em cartões pré-pagos o valor suficiente para que a instituição consiga, pelo período de um mês, abastecer seus veículos em postos da rede BR.

Além da Cruz Vermelha, a empresa acertou recentemente com a Força Aérea Brasileira a doação de 100 mil litros de combustível (querosene de aviação) para as missões de combate à pandemia, como os voos que trazem suprimentos da China.

Os abastecimentos serão realizados nos aeroportos do Galeão, Brasília e Manaus, pela BR Aviation, unidade de negócios para abastecimento de aeronaves e atividades correlatas da BR Distribuidora.

Baterias também entram na lista de doações de energia. O Grupo Moura, maior fabricante de baterias da América do Sul, doou 1.200 unidades para garantir o funcionamento de respiradores utilizados no tratamento de pacientes graves da Covid-19.

Em São Paulo, o Hospital das Clínicas receberá 930 acumuladores elétricos que têm como principal função manter os equipamentos em atividade em casos de queda de energia na unidade hospitalar. As baterias possuem acionamento mais rápido que as estruturas de backup montadas para abastecer todo o hospital.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.