Prêmio busca intervenções criativas para desafios da Covid-19 na América Latina

CAF e Fundación Avina premiam a criatividade e a visão de futuro das cidades latino-americanas em tempos de crise

São Paulo

A iniciativa Cidades de Futuro, do CAF, banco de desenvolvimento da América Latina, em colaboração com a Fundação Avina, lançou o Concurso de Ideias Covid-19: novas oportunidades para cidades sustentáveis.

Três propostas serão agraciadas com menções especiais e receberão prêmios de US$ 10 mil (R$ 54 mil), US$ 5 mil (R$ 27 mil) e US$ 3 mil (R$ 16,2 mil), respectivamente. A convocatória está aberta até às 23h59 (hora de Caracas) do dia 27 de novembro de 2020. Conheça aqui o regulamento geral do concurso.

A premiação visa incentivar a apresentação de ideias ainda não implementadas que descrevam intervenções criativas e inovadoras para enfrentar os diferentes desafios que se têm imposto às cidades no período de transição para o pós-pandemia.

As soluções propostas devem considerar, de forma abrangente, elementos relacionados a pelo menos uma das seguintes dimensões urbanas: espaços públicos; espaços de uso coletivo; assentamentos informais; mobilidade não motorizada e transporte público

A convocatória se estende a estudantes universitários, profissionais, organizações sem fins lucrativos, membros da sociedade civil, associações comunitárias e, em geral, todas as pessoas interessadas no desenvolvimento urbano que desejam compartilhar suas ideias para ajudar a melhorar o realidade pós-pandêmica nas cidades da América Latina e do Caribe.

As ideias podem ser apresentadas individualmente ou em grupos, em espanhol, português ou inglês, e têm potencial de implementação nos países membros do CAF.

Espera-se receber ideias germinadas em resposta ou consequência da pandemia, mas fundamentalmente pensadas para um horizonte além da situação atual, que permitem abordar problemas que existiam antes da chegada da Covid-19, principalmente ligados às questões de resiliência, inclusão social, sustentabilidade ambiental e produtividade.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.