Financiamento coletivo triplicou doações para negócios na periferia

Matchfunding Enfrente, lançado pela Fundação Tide Setubal e Benfeitoria, acrescentava R$ 2 a cada R$ 1 doado para fundo na pandemia

Mariana Almeida, superintendente da Fundação Tide Setubal, que trabalhou em conjunto com Tatiane Leite, da Benfeitoria, Dj Bola, de A Banca,  Guiné Silva, da própria fundação, e Tadeu Kaçula, coordenador da Nova Frente Negra Brasileira, para impulsionar o Matchfunding Enfrente, finalista da categoria Mitigação da Covid-19
Mariana Almeida, superintendente da Fundação Tide Setubal, que trabalhou em conjunto com Tatiane Leite, da Benfeitoria, Dj Bola, de A Banca, Guiné Silva, da própria fundação, e Tadeu Kaçula, coordenador da Nova Frente Negra Brasileira, para impulsionar o Matchfunding Enfrente, finalista da categoria Mitigação da Covid-19 - Renato Stockler
São Paulo

Matchfunding Enfrente

  • Organizações Fundação Tide Setúbal, Benfeitoria, A Banca e Nova Frente Negra
  • Empreendedores Mariana Almeida Guiné Silva Marcelo Rocha, o DJ Bola Tadeu Kaçula Tatiana Leite
  • Site benfeitoria.com/canal/enfrentecovid

Imagine criar um financiamento coletivo que renda R$ 2 a cada R$ 1 doado. Agora imagine que todo o dinheiro arrecadado é para ajudar pessoas que perderam emprego, tiveram queda na renda ou viram negócios no vermelho na pandemia.

Parece muito bom e virou realidade graças ao Matchfunding Enfrente, criado pela Fundação Tide Setubal em parceria com a Benfeitoria, plataforma de financiamentos coletivos.

O fundo relançado no começo da pandemia conseguiu captar, entre março e agosto, R$ 7,2 milhões e destiná-los a empreendedores e a projetos em que o público-alvo está nas periferias.

Ao todo, 265 iniciativas receberam aporte mínimo de R$ 10 mil, podendo chegar a R$ 30 mil conforme o modelo de fundo pensado para triplicar o investimento na ponta.

Funcionou assim: a Benfeitoria ajudou as iniciativas selecionadas a criar e hospedar na própria plataforma as populares vaquinhas virtuais. A cada real doado por uma pessoa física ou jurídica, o fundo aberto, que contou com aportes de outros seis parceiros, faz o “match”, destinando mais R$ 2.

Em agosto, quando a campanha e os financiamentos chegaram ao fim, R$ 4,8 milhões haviam sido captados para o fundo e outros R$ 2,7 milhões entraram como doações feitas por 11.226 pessoas ou empresas de 37 países.

Para Tatiana Leite, sócia da Benfeitoria, a pandemia foi o momento mais difícil e bonito em dez anos de plataforma. “Foi impactante ver o matchfunding se consolidar como instrumento robusto de fomento, unindo diferentes esferas sociais em prol de objetivos comuns.”

Neste ano, foram R$ 50 milhões injetados por parceiros para multiplicar a arrecadação de campanhas na Benfeitoria. “Não há nada mais poderoso do que uma ideia cujo tempo chegou. E a pandemia acelerou a ideia de que não podemos mais esperar para nos mobilizarmos nessa escala por um mundo mais justo.”

A maior parte das doações feitas ao Enfrente foram de mulheres (69%) e pessoas físicas (98%). Dos 740 inscritos, 74% dos projetos atingiram a meta de suas vaquinhas virtuais, com iniciativas de todas as regiões, com destaque para Sudeste (63%) e Nordeste (22%).

A articulação da Tide Setubal com empreendedores e projetos nas periferias se deu por meio de parceria com 14 instituições, que agiam como curadores dos projetos locais. Uma dessas instituições é A Banca, produtora cultural e social do Jardim Ângela, na zona Sul de São Paulo.

Criada por Marcelo Rocha, o DJ Bola, em 1999, é um dos projetos que mudaram estruturalmente a vida dos moradores em uma quebrada que já carregou o aposto de mais violenta de SP.

Guiné Silva, responsável pela coordenação de parcerias da Tide Setubal, foi quem liderou a curadoria. Contou com apoio também de parceiros, como Tadeu Kaçula, coordenador da Nova Frente Negra Brasileira.

O desafio, era escolher semanalmente 40 iniciativas para serem apoiadas. “A curadoria envolveu um grupo grande. Precisávamos ler o projeto, acessar as redes sociais, entrar em contato com parceiros locais, tudo para selecionar aqueles que acreditávamos ter maior viabilidade”, explica Guiné.

Havia critérios adicionais de igualdade de gênero e raça, além da busca pela descentralização dos recursos. Para Bola, apesar do sucesso da parceria e de captação até aqui, os desafios persistem. “Não tem nada resolvido, a luta continua. A desigualdade econômica está aí. Quem é rico ficou mais rico e quem é pobre ficou mais pobre [na pandemia]. Não posso vacilar, porque o lado mais fraco da história é sempre o nosso.”

A luta segue também para a Tide Setubal, segundo Mariana Almeida, superintendente da fundação. Foi dada largada a nova rodada de captação. Pelo menos 15 iniciativas permanecem com financiamentos coletivos abertos na Benfeitoria, assim como o fundo que continua em captação. Em 15 dias, o Enfrente arrecadou R$ 700 mil.

O sociólogo Tadeu Kaçula, coordenador da Nova Frente Negra Brasileira, é um dos empreendedores sociais do Matchfunding Enfrente
O sociólogo Tadeu Kaçula, coordenador da Nova Frente Negra Brasileira, é um dos empreendedores sociais do Matchfunding Enfrente - Olga Lysloff - 6.jul.12/Folhapress

O objetivo dessa vez é fortalecer projetos estruturantes, com potencial de serem ampliados e reproduzidos em outras regiões periféricas, aumentando o impacto.

Nascido em 2019, o Enfrente foi adaptado para a nova e urgente realidade. Com a pandemia, era evidente a necessidade de fazer mais, afirma Mariana.

“No começo, todos se organizavam para doar cestas, mas ninguém estava ouvindo as pessoas para saber do que realmente precisavam”, afirma a superintendente da fundação. “Precisavam de comida, mas muitos sonhos estavam morrendo, como pequenos negócios na periferia que vivem à margem.”

Mãe de três filhos, ela aproveitava os minutos de aulas online de um e de outro para ligar para empresas e instituições com potencial de investir na ideia, em uma rotina que define como frenética. “A arrecadação surpreendeu. Fomos no escuro, nos jogando na convicção.”

Para sua colega da Benfeitora, a pandemia também trouxe múltiplos significados ao mesmo tempo. “É um período na história em que foi reforçado o que há de melhor e de pior na humanidade, e em cada um de nós”, avalia Tatiana. “Interdependência. Desigualdade. Generosidade. Ego. Medos e esperanças. Forças e franquezas.”

*

Matchfunding Enfrente

  • 21 mil pessoas impactadas
  • R$ 7,2 milhões em recursos mobilizados
  • 265 iniciativas financiadas de 23 estados mais o DF
  • 74% das campanhas bateram a meta, com 13.378 colaborações
  • 54,7% de ações feitas por mulheres
  • 72,8% dos proponentes são negros

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.