Descrição de chapéu Coronavírus

Com 66 casos, Rio de Janeiro confirma duas mortes por coronavírus

Um homem, de 69 anos, e uma mulher, de 63 anos, não resistiram após contraírem o vírus

São Paulo

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou duas mortes por coronavírus, nesta quinta-feira (19): um homem, de 69 anos, e uma mulher, de 63 anos.

Ao menos seis pessoas morreram no Brasil em decorrência da Covid-19. Quatro mortes foram registrados em São Paulo entre terça e quarta-feira.

Segundo a assessoria de imprensa do Estado do Rio de Janeiro, o homem de 69 anos morava em Niterói, era diabético e hipertenso e apresentou os primeiros sintomas, como febre, tosse e mialgia (dor muscular), no último dia 11 de março. Ele pode ter contraído o vírus após ter tido contato com uma pessoa infectada que viajou para o exterior.

Pela manhã, o governo do Rio e a Prefeitura de Miguel Pereira confirmaram o primeiro caso de morte epor Covid-19 no Estado. A vítima é uma mulher de de 63 anos. Ela morreu na terça-feira (17), no município de Miguel Pereira, onde vivia.

Empregada doméstica, trabalhava no Rio de Janeiro e entrou em contato com sua empregadora, que, ao voltar de uma viagem à Itália, foi submetida a teste e teve a doença confirmada.

"Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo", disse o governador Wilson Witzel.

Segundo nota, a mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no dia 15. Ela havia passado mal ao voltar do trabalho, sendo internada no hospital municipal Luiz Gonzaga na segunda (16).

No fim da tarde do dia seguinte, terça (17), o material foi encaminhado para análise pelo Lacen (Laboratório Central Noel Nutels). O teste deu resultado positivo para coronavírus.

"Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível", diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.

De acordo com a secretaria, até o momento o estado do Rio de Janeiro registra 66 casos, 56 dos quais na capital e os demais distribuídos nas seguintes cidades: Niterói (7) Barra Mansa (1), Miguel Pereira (1) e Guapimirim (1).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.