Descrição de chapéu Leitor em Casa

Leitor indica 'A Viagem de Chihiro' e 'Assunto de Família' para fugir do cinema ocidental

Folha convida leitores a enviar recomendações de atividades na quarentena

Ao longo de três meses, colunistas e blogueiros deram sugestões para o período de quarentena, como livros, filmes e séries.

Agora convidamos vocês, leitoras e leitores, a enviar suas recomendações para enviesuanoticia@grupofolha.com.br.

Informe nome, profissão e cidade onde mora. As melhores dicas serão selecionadas para publicação. Veja aqui as dicas já publicadas.

Daniel Lima, tradutor de Osaka, no Japão

PARA VER



Viagem de Chihiro
Animação, 2001. 2h05. Disponível na Netflix.

Cena de viagem de chihiro
Cena da animação japonesa "A Viagem de Chihiro", de Hayao Miyazaki, vencedora do Oscar 2003 de melhor longa animado - Divulgação


Uma fantástica história de superação, amor e amizade, mesclada a elementos da mitologia japonesa e rica trilha sonora. Este vencedor do Oscar de melhor animação de 2003 consegue sutilmente entreter toda a família e convida a reflexões sobre temas como busca por identidade, família e responsabilidade.

Assunto de Família
Drama, 2018. 2h. Disponível na Netflix.

Apesar do título traduzido ser pouco sugestivo, este vencedor da Palma de Ouro traz uma narrativa leve e com diversos momentos cômicos sem cair na superficialidade. Uma família que sobrevive realizando furtos na perversa cidade grande adota uma menina vítima de um lar violento, que aos poucos vai se integrando ao novo ambiente. Conflitos éticos, empatia, sobrevivência e lealdade são explorados sem os típicos clichês da indústria cinematográfica ocidental.

PARA LER



Querida Konbini
Estação Liberdade, 152 páginas. R$99,90


Keiko é uma jovem adulta de 36 anos e, por algum motivo, não conseguiu cumprir as etapas que sua sociedade estipula como "normais" para uma moça de sua idade. Nunca viveu um relacionamento, não procriou, nem construiu uma carreira profissional. A protagonista trabalha numa típica "konbini", lojas de conveniência que funcionam 24h por dia e atendem às necessidades mais urgentes dos diversos integrantes das cidades.

Apesar do enredo aparentemente simples, o romance nos instiga a pensar sobre os rótulos e papeis que a sociedade nos força a desempenhar, e o sentido da necessidade de nos tornarmos mais uma engrenagem nas prateleiras deste mundo de conveniências e aparências descartáveis.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.