Centro de contingência recomenda prorrogação de fase emergencial por 15 dias em SP

Decisão sobre manter medidas mais restritivas ainda deve ser tomada pelo governo do estado

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O centro de contingência contra o coronavírus recomendou que o estado de São Paulo prorrogue por mais 15 dias a fase emergencial do Plano São Paulo.

A informação foi confirmada pelo coordenador do centro, o médico Paulo Menezes. De acordo com ele, o governo ainda não decidiu sobre a proposta.

A fase emergencial, com medidas mais restritivas até para serviços essenciais, vai até o dia 30 de março.

A decisão não deve ser anunciada na entrevista coletiva desta quarta-feira (24), com a presença do governador João Doria (PSDB). A assunto será discutido até o fim da semana.

Na visão de membros do comitê, o estado já entrou em colapso e é preciso mais tempo de restrições para que os índices melhorem.

Conforme a Folha mostrou, o número de pacientes com Covid-19 em UTIs públicas no estado de São Paulo é 85% maior que no período mais crítico de 2020. Em todas as regiões do estado, o volume atual de internados em leitos de terapia intensiva é o maior já registrado em toda a pandemia.

Nas últimas semanas, foram registradas dezenas de mortes de pacientes à espera de vagas.

Segundo a secretaria estadual de Saúde, há quase 30 mil pessoas hospitalizadas com a doença na rede pública em todo o estado, das quais 12 mil estão em UTIs. A ocupação das UTIs nesta segunda (22) é de 91%, e em pelo menos 60 dos 105 municípios com tratamento intensivo não há mais vagas.

A fase emergencial inclui o fechamento de escolas e medidas mais restritivas para comércios —por exemplo, restaurantes não podem vender para que pessoas retirem no local, apenas no modelo delivery. Há também um toque de recolher das 20h às 5h, onde as pessoas podem ser abordadas para orientação em todo o estado.

Após a primeira semana da fase emergencial, o índice de isolamento médio em São Paulo não registrou aumento significativo.

Neste domingo (21) o índice registrado foi de 51%. No domingo passado, quando o estado estava na fase vermelha do Plano São Paulo, ele foi de 50%, segundo dados do governo paulista. Na semana anterior o valor também era de 51%.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.