Me sinto arrasado, diz Galvão Bueno sobre morte de Rafael Henzel

Narrador da Globo publicou homenagem ao jornalista em sua conta no Instagram

Galvão homenageou Rafael Henzel com postagem nas redes sociais
Galvão homenageou Rafael Henzel com postagem nas redes sociais - Eduardo Knapp/Folhapress
São Paulo | UOL

A notícia da morte de Rafael Henzel, 45, segue causando comoção nas redes sociais. Assim como outros jornalistas e narradores, Galvão Bueno prestou sua homenagem ao companheiro de profissão, um dos seis sobrevivente da tragédia com o avião da Chapecoense.

"Me sinto arrasado! Muito triste! Vivi intensamente o terrível desastre do voo da Chape! Perdi muitos amigos! Ganhei muitos outros! Mudei muitos conceitos!", escreveu o narrador da TV Globo em seu Instagram.

Galvão ainda compartilhou um vídeo ao lado de Henzel durante a transmissão do amistoso Brasil x Colômbia, realizado em janeiro de 2017. A partida foi uma homenagem às vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense.

"Rafael, sem dúvida você teve uma missão especial neste mundo terreno! Que Deus te receba como você merece e que abençoe e dê forças a sua família. Saudades!", finalizou.

Glenda Kozlowski, também funcionária da emissora, manifestou seus sentimentos mesmo sem ter conhecido o jornalista pessoalmente.

"Rafael Henzel era tipo herói sabe? Aquele que venceu o bicho papão, o lobo mau, a mula sem cabeça! Olhar pra ele, era olhar para tantos amigos especiais que se foram naquele acidente de avião da Chapecoense. Era como se ele pudesse trazer os meninos de volta! Era olhar pra esperança! Era olhar pro amor que temos no esporte que mesmo depois de um trauma tão severo, continuamos firmes! Estou arrasada! Chocada! Logo jogando futebol? Como assim? Deus sabe o que faz! A vida é um sopro! E 2019 chegou para dar aquela chacoalhada! É hoje! É agora! Meus sentimentos aos familiares!", disse.

Rafael Henzel morreu nesta terça-feira (27), vítima de infarto enquanto jogava bola com amigos em Chapecó.

 

O velório teve início na manhã desta quarta-feira (27), no Centro de Eventos de Chapecó, que fica ao lado do estádio da Chapecoense, a Arena Condá e o corpo foi sepultado no fim da tarde, no cemitério Jardim do Éden, após um cortejo em um caminhão de bombeiros.

O dia foi repleto de homenagens, com a presença de familiares, amigos, companheiros de trabalho e fãs. Dentre eles esteve presente os outros três brasileiros que sobreviveram à tragédia com o avião do clube: Alan Ruschel, Jackson Folmann e Neto.

Ruschel, inclusive, deixou a concentração onde estava com o elenco da Cahpecoense para comparecer ao evento. Na partida contra o Criciúma pela Copa do Brasil, que acontecerá na noite desta quarta, a equipe prestará homenagens ao narrador

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.