Descrição de chapéu Campeonato Paulista São Paulo

Destaque do Ituano passou pelo Corinthians e foi monitorado por United

Martinelli, 17, é a principal aposta do clube para o duelo contra o São Paulo

O atacante Martinelli, do Ituano, comemora gol em jogo pelo Ituano - Miguel Schincariol / Ituano FC / Divulgacao
Luiz Cosenzo
São Paulo

Arrancadas em direção ao gol e dribles com facilidade. As características fazem os moradores de Itu lembrarem de Juninho Paulista, maior revelação das categorias de base do Ituano e hoje gestor do clube.

Mas os lances que hoje empolgam os torcedores da equipe saem dos pés de Gabriel Martinelli, 17, principal revelação do Campeonato Paulista.

O atacante é a aposta da equipe para superar o São Paulo nesta quarta (27), às 19h15, no Novelli Júnior, em Itu, pela segunda partida das quartas de final do torneio.

Como perdeu na ida por 2 a 1, realizado no domingo (24), no Morumbi, o Ituano precisa vencer agora por dois gols de diferença para avançar à semifinal ou um para decidir a classificação nos pênaltis.

atacante Martinelli
Martinelli durante jogo do Ituano pelo Campeonato Paulista - Miguel Schincariol/Ituano FC

Vice-artilheiro com seis gols e dono de três assistências no torneio, Martinelli entrou na mira de Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Santos e São Paulo, que já consultaram o time de Itu sobre o atleta, e de clubes europeus, como Arsenal e Barcelona.

Ele já é observado pelo futebol europeu desde os 13 anos, quando vestia a camisa do Corinthians. Natural de Guarulhos, ele deixou a equipe onde estava desde os seis anos em 2013 e se transferiu para o Ituano quando seus pais decidiram morar no interior após se aposentarem.

Em 2014, também passou a fazer parte do projeto do Manchester United. Ele foi selecionado por um scout do clube inglês. Nesse período, esteve quatro vezes na Inglaterra, onde passou por avaliações de 15 dias.

O time inglês, porém, não o contratou e ele assinou contrato com o Ituano até outubro de 2022.

"Quando o Juninho entrava era um espetáculo. Ele mudava o jogo, driblava dois, três. É duro fazer uma comparação, mas o Martinelli está caminhando para ser um novo Juninho. Ele tem potencial muito parecido", diz Vinícius Bergantin, 38, treinador da equipe do Ituano.

Gestor do Ituano, Juninho Paulista também enaltece as qualidades da promessa.

"Se continuar essa evolução, tem tudo para trilhar um caminho de sucesso", afirmou o dirigente.

Os dribles e o estilo de jogo moleque de Martinelli contrapõem-se com a sua seriedade fora de campo. O jeito mais reservado pode estar associado à forma como seu pai, João Carlos, encara a carreira do jogador até aqui. 

"Na verdade, ele não conseguiu nada ainda. Ele está em ascensão, está em alta, está na mídia, mas ainda não conseguiu nada", afirma João Carlos, que admite ser um pai rigoroso. 

"Ele precisa jogar ligas fortes para falar que é o cara. Liga forte eu digo que é Inglaterra, Itália, Espanha... Nosso campeonato é um pouco fraco. O que vai acontecer no futuro a gente não sabe. Escuto muita coisa, mas não tem nada de concreto", diz.

ITUANO
SÃO PAULO

19h15, no Novelli Júnior (Itu) Na TV: pay-per-view

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.