Disputa entre entidades faz Pan de Lima cancelar provas de skate

Competição ficaria desfalcada dos principais nomes do esporte no continente

São Paulo

A pouco mais de dois meses do início dos Jogos Pan-Americanos de Lima, o comitê executivo da Organização Desportiva Panamericana (Odepa) decidiu retirar as competições de skate do programa do evento.

A principal justificativa é que o torneio não poderia contar com os melhores atletas do continente.

Segundo o comitê, um dos motivos para a exclusão foi o fato de a federação internacional de skate (World Skate) não considerar os Jogos Pan-Americanos como evento válido para a classificação olímpica de Tóquio-2020. O skate fará sua estreia olímpica no Japão.

A World Skate inclusive anunciou um evento da modalidade street, na qual o Brasil tem dois vice-campeões mundiais, em Los Angeles, nas mesmas datas em que a competição seria disputada no Peru.

"Entendemos como falta de respeito aos Jogos Pan-Americanos, aos atletas que iriam participar deles e fundamentalmente ao Comitê Organizador de Lima 2019", afirmou a Odepa em nota.

Outro problema foi o processo de classificação a Lima, organizado pela confederação pan-americana da modalidade, ter excluído alguns dos principais países da disputa, entre eles representantes do Brasil.

O Pan de Lima, que será realizado de 26 de julho a 11 de agosto, terá agora 38 esportes. Em 22 delas haverá disputa de vagas para a Olimpíada de 2020.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.