Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Bolsonaro encontra Felipão e conta ter cachorro com o nome do técnico

Presidente assistiu em São Paulo ao empate do Palmeiras com o Vasco

Cristina Camargo
São Paulo

Após assistir ao empate em 1 a 1 do Palmeiras com o Vasco, na tarde deste sábado (27), no Allianz Parque, o presidente Jair Bolsonaro publicou em uma de suas redes sociais um vídeo de encontro com o técnico Felipão.

"Encontro com um dos melhores técnicos do Brasil, Felipão. Boa noite a todos!", escreveu na legenda. Nas imagens, ele aparece pegando o técnico no colo.  ​

Na conversa, bem-humorada, Bolsonaro conta ao técnico que gosta tanto do Palmeiras que colocou o nome de seu cachorro de Felipão.

"Tomara que não seja um pequenininho, um chihuahua", o técnico respondeu.

"Pior se fosse um bambi", rebate, sorrindo, o presidente.

Os dois continuam conversando, Bolsonaro menciona a recuperação de sua saúde e o vídeo é interrompido.

Scolari e Bolsonaro já haviam se encontrado em dezembro de 2018, no jogo em que o Palmeiras recebeu a taça de campeão do Brasileiro. O presidente foi ao campo na cerimônia e levantou a taça. ​

Na arena, o presidente ouviu vaias e gritos de "mito". Acompanhado do ministro Augusto Heleno, do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ) e do secretário nacional do futebol, Ronaldo Lima, ele ficou em um dos camarotes.  Após o jogo, voltou para Brasília. 

Jair Bolsonaro no estádio do Palmeiras entre o presidente do clube, Maurício Galiotte, e Leila Pereira, presidente da Crefisa, patrocinadora da agremiação
Jair Bolsonaro no estádio do Palmeiras entre o presidente do clube, Maurício Galiotte, e Leila Pereira, presidente da Crefisa, patrocinadora da agremiação - Amanda Perobelli/Reuters

A última vez em que Bolsonaro esteve em um estádio foi na decisão da Copa América, no Maracanã, entre Brasil e Peru. Naquela partida, ele foi vaiado e aplaudido. Antes disso, na semifinal diante da Argentina, foi ao gramado após o primeiro tempo e cumprimentou torcedores.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.