Torcida do Flamengo grita 'fica, Gabigol' na chegada do time a Doha

Clube carioca estreia no Mundial de Clubes na tarde de terça-feira

Doha

Sem contato com a torcida, mas aos gritos de “fica, Gabigol” a equipe do Flamengo chegou a Doha neste sábado (14) para o Mundial de Clubes.

Esperada por 35 torcedores a delegação não passou pela área de desembarque do aeroporto na capital do Qatar. Jogadores e familiares foram levados da pista de pouso para os ônibus que os levaram para o hotel Gran Hyatt, na região de West Bay, uma das mais caras da região.

 

Na chegada ao hotel às 15h10, horário local (9h10 de Brasília) outros 25 torcedores aguardavam os atletas e pediram a permanência de Gabriel, artilheiro da equipe na temporada.

Apelidado de Gabigol, o jogador está emprestado ao Flamengo pela Internazionale (ITA). O clube brasileiro deseja contratá-lo em definitivo, mas ele afirma só querer conversar após o Mundial.

Um torcedor tocou em um saxofone o hino do Flamengo enquanto o ônibus estacionava em frente à entrada do hotel. 

Gabigol sorrindo segura a taça dourada com as duas mãos
Gabriel Barbosa, o Gabigol, segura a a taça da Libertadores no Maracanã, após marcar dois gols, nos momentos finais da partida, e conquistar o título para o Flamengo - Carl de Souza/AFP

Minutos após a chegada, Jorge Jesus e integrantes da comissão técnica saíram para ir ao Jassim Bin Hamad Stadium. O Al-Hilal (ARS) enfrenta o Espérance (TUN) pelas quartas de final a partir das 17 horas (11h de Brasilia). O vencedor enfrenta o Flamengo na semifinal na próxima terça (17).

“Temos planejamento para 2020, mas não é hora de falar do próximo ano. Não vamos nem falar sobre a final antes de passar pela semi. Não é hora”, disse o vice de futebol Marcos Braz quando questionado sobre a chegada de reforços.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.