NBA suspende temporada após atleta ser infectado por coronavírus

Resultado do teste do francês Rudy Gobert saiu instantes antes do início de partida

São Paulo

A NBA anunciou, na noite de quarta-feira (11), a suspensão do campeonato. A liga norte-americana de basquete informou que um jogador do Utah Jazz teve um diagnóstico preliminar de infecção pelo novo coronavírus e decidiu interromper a temporada 2019/20.

O resultado do teste saiu instantes antes do início da partida entre o Jazz e o Oklahoma City Thunder, em Oklahoma. Após cerca de meia hora, o jogo acabou sendo cancelado por “circunstâncias imprevistas”, e o público foi informado de que não se tratava uma situação de emergência.

Em seguida, a NBA publicou uma nota na qual noticiou a suspensão da competição. De acordo com o comunicado, a liga “vai usar o hiato para determinar os próximos passos em relação à pandemia do coronavírus”.

O pivô Rudy Gobert é, segundo a imprensa norte-americana, o atleta infectado - Russell Isabella - 28.fev.20/USA Today Sports

O jogador infectado não estava no Chesapeake Energy Arena, segundo o informe. Mesmo assim, os demais atletas do Jazz e os do Thunder ficaram retidos por horas nos vestiários do ginásio, passando por testes.

De acordo com sites norte-americanos como ESPN e The Athletic, o atleta em questão é o pivô Rudy Gobert, 27. Ele já estava listado como desfalque do Utah para o jogo pelo que o time chamou de “doença”, mas não havia confirmação do diagnóstico.

Depois de conceder uma entrevista coletiva na última segunda (9), Gobert tentou fazer uma piada sobre o que considerava exagero nas reações à epidemia. Terminado o papo com os jornalistas, tocou em todos os microfones e gravadores colocados à sua frente, em um gesto de deboche.

Antes mesmo de vir à tona o diagnóstico do pivô, a NBA havia realizado uma reunião, na tarde de quarta-feira, para definir passos em relação à epidemia. A suspensão já tinha sido cogitada, mas o encontro de dirigentes com membros da associação de jogadores deixou pré-definida apenas a possibilidade de jogos realizados sem público. À noite, a situação mudou.

O Golden State Warriors já havia anunciado que atuaria sem a presença de torcedores na partida que estava agendada para esta quinta-feira (12), contra o Brooklyn Nets, em San Francisco. Agora, todos os jogos até o restante da temporada estão suspensos por tempo indeterminado.

Das seis partidas programadas para quarta, quatro foram realizadas. Além de Utah x Oklahoma, cancelado pouco antes de a bola subir, não foi disputado o duelo entre Sacramento Kings e New Orleans Pelicans, em Sacramento, que seria o último da noite.

Antes dessas medidas, o astro do Los Angeles Lakers LeBron James pediu desculpas por inicialmente ter dito que não jogaria para um ginásio vazio. Ele afirmou não ter entendido que a pergunta na ocasião se referia especificamente sobre os riscos da doença.

Foram completados, até aqui, cerca de três quartos da etapa de classificação da NBA. A maioria dos times jogou pouco mais de 60 jogos de um total de 82. A primeira fase tinha término previsto para 15 de abril, com o início dos mata-matas em seguida. As finais ocorreriam em junho.

O campeonato norte-americano de basquete é um de muitos eventos esportivos afetados pela pandemia. Os Jogos Olímpicos de Tóquio, cuja abertura está marcada para julho, também correm risco de ter sua programação alterada, por mais que a organização por enquanto negue essa possibilidade.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.