Rashford marca no fim, e Manchester United bate PSG na Champions

Equipe inglesa obtém segunda vitória consecutiva sobre os franceses em Paris

São Paulo

Condecorado neste mês pela monarquia inglesa pela campanha que liderou para alimentar crianças pobres durante a pandemia da Covid-19, Marcus Rashford levou a melhor sobre Neymar nesta terça-feira (20).

O atacante de 22 anos do Manchester United fez o gol que decidiu o confronto em 2 a 1 contra o Paris Saint-Germain, na França. O jogo marcou a estreia dos dois times pelo grupo H da Champions League e também foi o reencontro das equipes depois das oitavas de final do torneio europeu em 2019.

Rashford também foi decisivo naquela noite, ao anotar um gol de pênalti nos acréscimos e classificar o United em Paris. Neymar estava lesionado e não jogou na ocasião.

Rashford comemora o gol da vitória do Manchester United sobre o PSG
Rashford comemora o gol da vitória do Manchester United sobre o PSG - Gonzalo Fuentes/Reuters

O PSG entrou em campo nesta terça com trio ofensivo composto pelo atacante brasileiro, Mbappé e Di María. O mesmo que havia feito o time chegar à final da última temporada, quando foi derrotado por 1 a 0 pelo Bayern de Munique (ALE).

O técnico Ole Gunnar Solskjaer deixou Paul Pogba no banco. A escolha foi para dar solidez defensiva. O português Bruno Fernandes seria o responsável por acionar a velocidade dos atacantes Marcus Rashford e Anthony Martial no contra-ataque. A tática funcionou no primeiro tempo.

A equipe inglesa, que teve a estreia do lateral brasileiro Alex Telles, abriu o placar com gol de pênalti marcado por Fernandes. O goleiro Kaylor Navas defendeu a primeira cobrança, mas a arbitragem considerou que ele se adiantou e, por isso, o meia-atacante bateu de novo aos 23 minutos.

O PSG criou apenas nos primeiros minutos, em arremate de fora de área do argentino Di María e finalização à queima-roupa de Mbappé defendida pelo goleiro De Gea.

Pouco eficiente na finalização e parando no goleiro espanhol quando acertava os chutes, a equipe parisiense contou com a ajuda do adversário para empatar. Aos 10 do segundo tempo, Martial desviou cobrança de escanteio de Neymar para o próprio gol.

Melhor defesa da última Champions League, o PSG dava muitos espaços para o United, que desperdiçava oportunidades por errar o último passe ou na finalização.

O sistema defensivo francês estava enfraquecido em relação à campanha do vice-campeonato, sem os brasileiros Marquinhos, em recuperação de lesão, e Thiago Silva, que deixou o time e acertou com o Chelsea para esta temporada.

Com o tempo, os donos da casa tomaram coragem e foram à frente. Neymar obrigou De Gea a fazer uma grande defesa e a partida ficou aberta.

Faltava alguém acertar um chute e resolver. Foi o que Rashford fez a quatro minutos do fim, ao bater cruzado e superar Navas.

Após ser eliminado com goleada histórica de 8 a 2 pelo Bayern de Munique na última edição do torneio, o Barcelona estreou com goleada sobre o húngaro Ferencváros. Messi, Ansu Fati, Philippe Coutinho, Pedri e Dembélé marcaram para os catalães.

Resultados da Champions desta terça:

GRUPO E
Chelsea (ING) 0x0 Sevilla (ESP)
Rennes (FRA) 1x1 Krasnodar (RUS)

GRUPO F
Zenit (RUS) 1x2 Brugge (BEL)
Lazio (ITA) 3x1 Borussia Dortmund (ALE)

GRUPO G
Dínamo de Kiev (UCR) 0x2 Juventus (ITA)
Barcelona (ESP) 5x1 Ferencváros (HUN)

GRUPO H
PSG 1x2 Manchester United
RB Leipzig (ALE) 2x0 İstanbul Başakşehir (TUR)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.