José Luiz Carbone, ex-jogador e técnico, morre aos 74 em Campinas

Como atleta, volante se destacou no Inter; como comandante, foi campeão no Fluminense

O ex-técnico e jogador José Luiz Carbone, 74, morreu na noite deste domingo (27), em Campinas. Ele estava internado desde o dia 23, por causa de um câncer hepático.

Volante de marcação, Carbone iniciou sua carreira no São Paulo, mas foi no Internacional que teve mais destaque. Em Porto Alegre, ganhou cinco gaúchos entre 1969 e 1973. Em 1974, já atleta do Botafogo, ficou entre os pré-convocados para a Copa de 1974, na Alemanha, mas acabou fora da relação final.

Então técnico do Guarani, José Luiz Carbone observa treino de sua equipe
Então técnico do Guarani, José Luiz Carbone observa treino de sua equipe - Marcos Ribolli - 4.out.1996/Folhapress

Depois de encerrar sua carreira no Nacional-SP, ele se tornou treinador. Comandou mais de 30 equipes e um de seus trabalhos mais vitoriosos foi no Fluminense, onde conquistou o Carioca de 1983, além de comandar a equipe durante boa parte da campanha do Brasileiro de 1984. Saiu por divergências com a diretoria.

Ainda passou pela equipe carioca em 1987 e entre 1997 e 1998. Também criou identificação com o Guarani, clube que comandou quatro vezes e conseguiu um acesso à série A1 do Paulista em 2007. Outros títulos incluem um paraense com o Remo, em 1998, e um Peruano com o Sporting Cristal, em 1996.

Fluminense, Inter, Guarani e Palmeiras, equipe que Carbone comandou entre 1986 e 1987, postaram homenagens ao treinador em suas páginas no Twitter.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.