Brisbane, na Austrália, tem prioridade para sediar Olimpíada de 2032

Cidade é a preferida do COI, que ainda não sabe quando tomará sua decisão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Brisbane está mais próxima de sediar a Olimpíada de 2032 após o COI (Comitê Olímpico Internacional) afirmar, nesta quarta-feira (24), que a cidade australiana foi escolhida para iniciar uma conversa formal e detalhada sobre seu pleito de garantir a realização dos Jogos.

Tomas Bach, presidente do COI, disse que a entidade aprovou a recomendação da comissão que cuida das próximas sedes do evento. "Essa comissão recomendou que a direção do COI comece diálogo com Brisbane-2032. O comitê executivo aprovou essa recomendação de forma unânime", declarou.

A Austrália sediou a Olimpíada pela última vez na edição de Sydney-2000. O país, que tem tradição na realização de grandes eventos esportivos, recebeu neste neste mês seu Grand Slam de tênis, o Australian Open, com presença de público local nas arquibancadas de Melbourne (sede da Olimpíada de 1956).

Apesar das dificuldades provocada pela pandemia, o evento, pelo menos até agora, é visto como um sucesso.

Diversas cidades, regiões e países já expressaram publicamente seu interesse no Jogos de 2032: Brisbane (Austrália), Indonésia, Budapeste (Hungria), China, Doha (Qatar) e Ruhr Valley (Alemanha), dentre outros lugares. O interesse do COI pela candidatura australiana, porém, indica que o comitê já tem a sua preferência.

Brisbane ganhou pontos por seu alto percentual de estádios já construídos, experiência na organização de grandes eventos esportivos e clima favorável. A cidade fica no estado de Queensland, na região nordeste do país. Segundo a proposta inicial, os Jogos também se espalhariam por outras localidades próximas, como Sunshine Coast e Gold Coast.

Em 2019, o COI alterou as regras de candidaturas para reduzir custos e tornar o processo mais simples para as cidades candidatas. Não há mais campanhas oficiais para as sedes antes de um processo eleitoral, como acontecia no passado.

No caso da Olimpíada do Rio-2016, por exemplo, a corrida para angariar apoios contra outras concorrentes gerou acusações de compra de votos que estão na Justiça e provocaram a queda do ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil, Carlos Arthur Nuzman.

Agora, o comitê coloca em votação a sua cidade de preferência, após as avaliações da comissão. Isso também evita que candidaturas percam dinheiro com campanhas grandiosas de promoção.

Tomas Bach durante entrevista nesta quarta-feira (24)
Tomas Bach durante entrevista nesta quarta-feira (24) - Greg Martin/AFP

Kristin Kloster Aesen, diretor da comissão que trata das futuras sedes, disse que ainda não está decidido quando a votação definitiva acontecerá e que tudo depende do diálogo com Brisbane. "Eles são um projeto bastante avançado, com números que atendem bem aos nossos critérios. Vem sendo formulado ao longo dos anos, [tem um] bom plano de legado, [um] bom plano de estádios", afirmou.

As edições de 2024 e 2028 dos Jogos serão realizadas em Paris e Los Angeles, respectivamente.

Cidade de Brisbane durante a pandemia
Cidade de Brisbane durante a pandemia - Yuheng Wu - 8.jan.2021/Xinhua

Com Reuters

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.