Vitória dá ao São Paulo chance de vingança após vexame contra 'catadão do zap'

Equipe bate Ferroviária e revê Mirassol nas semifinais do Paulista; Corinthians e Palmeiras farão o outro duelo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

​O São Paulo venceu a Ferroviária por 4 a 2, no Morumbi, na noite de sexta-feira (14), e avançou às semifinais do Campeonato Paulista. No duelo por uma vaga na decisão, marcado para domingo (16), também no Morumbi, o time tricolor vai rever o responsável por sua eliminação da competição no ano passado, um fracasso tratado como vexame pela situação do adversário.

Jogadores do São Paulo comemoram o segundo gol da vitória sobre a Ferroviária, marcado por Liziero; próximo rival é o Mirassol, algoz no ano passado - Rubens Cavallari/Folhapress

Na paralisação de quatro meses registrada no calendário em 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus, o Mirassol perdeu 18 jogadores e praticamente se desfez. Foi com uma boa dose de improviso que a equipe se remontou para o mata-mata estadual e surpreendeu a formação do Morumbi, então dirigida por Fernando Diniz, nas quartas de final.

Herói da vitória por 3 a 2 do clube do interior, Zé Roberto tinha sido chamado apenas para treinar, conheceu os companheiros e acabou jogando no dia seguinte. A escalação lembrou a informalidade adotada nas peladas, com listas de confirmação de presença criadas no WhatsApp, e os rivais se divertiram com o revés tricolor diante do que foi chamado de “catadão do zap”.

Neste ano, o São Paulo espera evitar nova surpresa. Disposto a encerrar o jejum de títulos da agremiação, o técnico Hernán Crespo tem tratado o Paulista como prioritário e fez uma escolha considerada impensável em anos anteriores: adotou uma formação reserva na Copa Libertadores e poupou os titulares para o Estadual.

Foi com força máxima que a equipe enfrentou a Ferroviária e confirmou seu favoritismo nas quartas de final, com gols de Gabriel Sara, Liziero, Igor Vinícius e Pablo. Donos da melhor campanha, os comandados de Crespo vão enfrentar o pior dos quatro classificados às semifinais –o Mirassol teve 50% de aproveitamento na primeira fase e sobreviveu às quartas batendo o Guarani nos pênaltis.

Zé Roberto celebra um de seus gols na vitória por 3 a 2 do Mirassol que eliminou o São Paulo do Paulista em 2020; time tricolor busca apagar má lembrança - Divulgação - 29.jul.20/Mirassol FC

O triunfo tricolor confirmou também o outro embate por uma vaga na decisão: os rivais Corinthians e Palmeiras vão duelar na Neo Química Arena, em Itaquera, no domingo (16). As semifinais, assim como as quartas, serão disputadas em sistema de jogo único. A decisão, na próxima semana, terá partidas de ida e volta.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.