Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/08/2012 - 06h30

Demolições e "enfeiamento" de SP são tema de documentário

Publicidade

JOÃO PAULO CHARLEAUX
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Três anos atrás, a diretora Marcela Lordy teve a singela ideia de fazer um documentário sobre bairros antigos de São Paulo. Chegou atrasada. As primeiras andanças pela Vila Romana, um dos cenários do filme, revelaram que as ruazinhas com "casas de vovó", como ela diz, só existiam na memória.

A violência da especulação imobiliária e o "enfeiamento irrefreável de São Paulo" acabaram virando "Aluga-se", que estreia neste sábado (25), no 23º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo.

No filme, dois paulistanos recém-separados veem a geografia da cidade onde cresceram se transformar num cenário de guerra.

Divulgação
Silvio Restiffe em cena do curta-metragem "Aluga-se"
Silvio Restiffe em cena do curta-metragem "Aluga-se"

A história de Antônio (Silvio Restiffe) e Clarice (Martha Nowill) é de mentira. Mas as mudanças no "cenário" são reais. Para filmar "Aluga-se", a equipe passou dois meses entre escombros de demolições em São Paulo.

Ironicamente, "Aluga-se" foi premiado pela Secretaria Municipal de Cultura. Marcela conta que construtoras envolvidas nas demolições mostraram interesse em patrocinar a obra.

Antônio, protagonista da história, é baseado no cartunista Caco Galhardo, autor de tirinhas na "Ilustrada". "Sou amiga do Caco há anos. Precisava de um personagem que trabalhasse em casa e, ao mesmo tempo, vivesse num universo paralelo, alheio às mudanças do próprio bairro", diz Marcela.

De acordo com o "Estado das Cidades da América Latina e Caribe", relatório inédito produzido pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, a taxa de urbanização no Brasil e nos países do Cone Sul chegará a 90% até 2020, replicando sonhos e dramas como os de Antônio e Clarice, mesmo que longe das telas.

FESTIVAL DE INTERNACIONAL DE CURTAS-METRAGENS DE SÃO PAULO
QUANDO "Aluga-se", neste sábado (25), às 17h, no Cine Olido (av. São João, 473); ter., às 21h, no MIS (av. Europa, 158), qui., às 17h, na Cinemateca (lgo. Senador Raul Cardoso, 207); a programação completa vai até 31/8 (informações no site kinoforum.org.br/curtas/2012 )
QUANTO grátis
CLASSIFICAÇÃO 16 anos

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página